Confira 5 passeios turísticos do litoral do Paraná

O Litoral do Paraná é um local muito tranquilo, com praias super acessíveis, onde a diversão é garantida. E o melhor é a distância, bem pertinho de Curitiba. Além disso, as praias contam com várias opções de bares, restaurantes, entre outros. 

Separamos alguns passeios para você aproveitar melhor o nosso litoral. Bora conhecer!

Cultura

A cidade de Paranaguá é considerada o berço da colonização do Paraná, no município fica localizado um dos maiores portos do Brasil e a Estação Ferroviária, onde fica o Marco Zero da Estrada de Ferro que liga Paranaguá a Curitiba. Lá os visitantes podem conhecer o Centro Histórico da cidade e o Museu de Arqueologia. 

Na Ilha do Mel também é possível prestigiar o turismo cultural, visitando a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres e o Farol das Conchas. E se o assunto é cultura, não se pode deixar de prestigiar o fandango, dança típica litorânea muito comum em Guaraqueçaba e na Ilha dos Valadares, localizada ficam localizadas no município de Paranaguá.

Já em Morretes, os visitantes podem explorar o Parque Estadual do Marumbi, o Caminho do Itupava, o povoado de Porto de Cima e percorrer o trajeto da bela Estrada da Graciosa. Além disso, a cidade oferece lugares com rios, cachoeiras, sendo alguns deles com estrutura para piqueniques.

Centro Histórico, Morretes – Foto: Priscila Forone / Acervo SEBRAE – Paraná Turismo

Aventura 

Antonina é o local para esportes radicais. Dá pra pedalar numa rota que passa pela Cachoeira do Cedro, fazer rafting no Rio Cachoeira e praticar montanhismo no Vale do Gigante, localizado aos pés do Pico Paraná.

Ecoturismo

Em Guaraqueçaba, a natureza está muito presente no Parque Nacional do Superagui, rico em biodiversidade, e na Reserva Salto Morato, que tem como maior atrativo uma cachoeira de cerca de cem metros.

Outros destaques são o Parque Estadual Rio da Onça, em Matinhos, a Floresta Estadual do Palmito, em Paranaguá e, claro, a Ilha do Mel, um dos mais belos pontos turísticos do Paraná. A ilha é conhecida no Brasil todo.

Praias mansas

No litoral há duas praias sem ondas, bem calmas. E que conquistam os moradores e visitantes. As praias mansas ficam em Caiobá e em Pontal do Sul. Em Caiobá a praia é mais movimentada, pois fica em um região mais central do balneário. Já em Pontal do Sul, no Canto das Pedras, o lugar é mais calmo, quase que uma praia secreta. Muitos banhistas levam churrasqueiras até o local e aproveitam para passar o dia na praia. 

Praia Mansa, Caiobá – Foto: Edilson Tadeu Giordano / Pref. de Matinhos

Religioso

Localizada na praça central de Guaratuba, a Igreja Matriz Nossa Senhora do Bom Sucesso é uma construção secular feita por escravos e tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná. Outra igreja considerada patrimônio histórico é o Santuário de Nossa Senhora do Pilar, no centro de Antonina. 

Em Guaraqueçaba, o destaque é a Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões, com altar em forma de um barco com a base em formato de peixe. E em Paranaguá, encontram-se o Santuário de Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná, e a Catedral de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário, a mais antiga igreja do município.

Como chegar

Há três maneiras de se chegar ao litoral. Os dois principais acessos à região são pela BR-277, sentido Matinhos ou Paranaguá, e também pela BR-376, sentido Joinville, passando pelo município de Garuva e seguindo pela rodovia PR-412.

Outra dica mais cultural e muito indicada é descer a serra pela Estrada da Graciosa, que utiliza a antiga rota dos tropeiros e liga a parte alta da serra ao litoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Serviços de cadeiras anfíbias e passarelas tornam as praias paranaenses mais acessíveis

Pessoas com mobilidade reduzida podem usufruir com mais conforto das praias no litoral paranaense. O projeto Praia Acessível disponibiliza cadeiras anfíbias e passarelas que facilitam a caminhada na areia, em cinco pontos das praias de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. O serviço é feito em parceria entre a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e a Superintendência de Esporte.

As cadeiras anfíbias funcionam de terça a domingo, das 9 horas ao meio-dia e das 15 às 18 horas, com ajuda de agentes capacitados. Não é necessário agendar previamente, mas os usuários ou seus responsáveis legais devem preencher um cadastro no momento do uso das cadeiras.

Por questões de segurança, em dias chuvosos, o serviço fica suspenso. Os equipamentos são apropriados para entrar na água, possibilitando que pessoas com deficiência ou baixa mobilidade tenham um banho de mar seguro e confortável.

Em pontos próximos às cadeiras anfíbias, foram instalados 190 metros de passarelas de acessibilidade que facilitam a locomoção de pessoas desde as calçadas até a beira-mar. As passarelas estão sendo utilizadas não apenas por pessoas que usam cadeiras de rodas, mas por toda a população, especialmente por idosos, crianças ou pessoas com carrinhos de bebês.

As passarelas agradaram as pessoas que já utilizavam as cadeiras anfíbias. A moradora de Curitiba Loeide Sutil Gabriel Teodoro, de 57 anos, e o filho Emanuel Gabriel Teodoro usaram os serviços em Praia de Leste, nesta temporada.

“Conhecemos esse trabalho por acaso, em 2019, visitando Pontal do Paraná. Vimos a plaquinha do Praia Acessível e descobrimos as cadeiras anfíbias, inclusive na Praia de Leste, onde a gente vai frequentemente. Desde então, minha mãe usa a cadeira sempre que pode. Neste ano, melhorou muito porque foi instalada uma passarela até a beira-mar, que é como um tapete sobre a areia fofa, essencial para acessar a praia com a cadeira. Só no primeiro dia nesse verão, minha mãe quis tomar banho de mar três vezes na cadeira. Sem a cadeira não tem como entrar no mar, até a mobilidade na praia é bem dificultada”, diz Emanuel.

OUTROS SERVIÇOS – A Sanepar também disponibiliza duchas ecológicas para rápidos e confortáveis banhos de água tratada com cloro e baixo teor de sal, ainda na areia da praia. Isso contribui para a economia de água, uma vez que as duchas utilizam água do lençol freático e o banho na areia ajuda a reduzir o uso de água tratada do sistema público de abastecimento da Sanepar. As duchas ficam nos mesmos locais onde estão as cadeiras anfíbias e as passarelas.

A empresa também está levando totens do atendimento comercial para contêineres na beira da praia, fazendo a limpeza diária de 48 km de extensão das areias e participando das atividades nas arenas de recreação educativa na orla de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, sempre divulgando em seus materiais a importância do uso racional da água, da separação de resíduos e da preservação ambiental.

Pontos das cadeiras anfíbias, passarelas e duchas ecológicas:

Guaratuba: Morro do Cristo (Avenida Atlântica, em frente à Avenida Brejatuba)

Matinhos: Avenida Atlântica, em frente à Rua Londrina

Pontal do Paraná: Balneário de Praia de Leste (Avenida Deputado Aníbal Khury, em frente à Rua Baronesa do Cerro Azul)

– Balneário de Ipanema (Avenida Deputado Aníbal Khury, em frente à Rua São Luís)

– Balneário de Shangrilá (Avenida Deputado Aníbal Khury, em frente à Avenida Paranaguá)

Matinhos recebe doações; cidade ainda não sabe número de famílias afetadas pela chuva

A Prefeitura de Matinhos, no litoral do Paraná, informou que presta assistência às famílias desabrigadas por conta das fortes chuvas que atingiram a cidade desde o fim desta quarta-feira (5), mas que ainda não tem um balanço do número de famílias afetadas. A Arena Vicente Gurski foi preparada e aberta para receber os desabrigados. Nesta quinta-feira (6), será feita a coleta de doações de móveis, colchões e eletrodomésticos durante todo o dia na Arena.

A Defesa Civil, através de chamadas pelo telefone 153, fez o resgate das vítimas. As equipes estiveram nas ruas durante todo o período da chuva, atendendo chamados e indo até os locais solicitados para resgatar pessoas.

Além disso, equipes das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e também de Obras e Planejamento Urbano estão nas ruas para arrumar os estragos.

Até às 23 horas, o acumulado das chuvas em Matinhos chegava a 123,0 mm.