Com menos chuva na primeira quinzena de abril, Sanepar alerta para uso racional da água

A Sanepar alerta para a necessidade de manter o uso racional da água, já que a primeira quinzena de abril repete o cenário de crise hídrica com seca severa em todas as regiões do Paraná. Em Curitiba e Região Metropolitana, choveu apenas 0,6 milímetro, volume que dificulta atingir a média histórica para o mês de abril, que é de 81,2 mm.

Em Guarapuava, Ponta Grossa, Londrina, Maringá e Umuarama, não foi registrada nenhuma chuva. As regiões Oeste e Sudoeste já se encontram em estado de alerta para o abastecimento de água, uma vez que a falta de chuvas baixou a vazão de rios e poços.

Na Região Metropolitana de Curitiba o rodízio no abastecimento continua em vigor há mais de um ano. No primeiro trimestre de 2021, segundo dados do Simepar, as chuvas na RMC somaram 380 milímetros, abaixo da média histórica para o período, que é de 460 mm. Em 2020, o volume de precipitações do primeiro trimestre foi de 247 mm.

“Esse balanço trimestral abaixo da média mostra que ainda não conseguimos recuperar os passivos anteriores que baixaram os níveis das nossas barragens ao longo de 2020”, afirma o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky.

Ele afirma que as informações meteorológicas disponíveis no momento indicam que estamos a caminho da superação da crise hídrica com o término do fenômeno La Niña ainda no primeiro semestre. Mas é preciso precaução.

“Existe um déficit hídrico a ser superado, o que só vai ocorrer quando tivermos chuvas acima da média por um período regular. Isso ainda não ocorreu. Portanto, temos que manter a cautela e o uso econômico da água. Tanto o rodízio como a economia por parte da população podem assegurar níveis de reservação suficientes para os próximos meses”, completa.

Confira o nível dos reservatórios da RMC no site da Sanepar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Na próxima semana, 66 mil devem voltar aos postos da vacinação para 2° dose em Curitiba

Na próxima semana, cerca de 66 mil moradores de Curitiba devem voltar aos pontos de vacinação da cidade para completar o equema vacinal com a segunda dose dos imunizantes anticovid-19. O atendimento será de segunda (26/7) a sexta-feira (30/7), das 8h às 17h (locais abaixo).

Para saber quando será a sua data para a segunda dose basta acessar a plataforma do Saúde Já, pelo aplicativo ou pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br

Pelo aplicativo
1 – Abrir o aplicativo no celular
2 – Clicar em Carteira de Vacinação
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia

Pelo site
1 – Abrir www.saudeja.curitiba.pr.gov.br
2 – Clicar em Vacinação
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia


Repescagem segunda dose

A Secretaria Municipal da Saúde lembra ainda que todas as pessoas que por alguma razão perderam a data de aplicação da segunda dose marcada no aplicativo podem procurar um dos pontos de vacinação para completarem o ciclo de imunização com a dose de reforço.

O que levar

Para receber a segunda dose da vacina, basta procurar um dos pontos de vacinação da cidade, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF.


Cronograma da semana para segunda dose

Coronavac

26 de julho – Vacinados com a primeira em 28, 29, 30 de junho e no dia 1º de julho
27 de julho – Vacinados com a primeira em 2 de julho
28 de julho – Vacinados com a primeira em 3 de julho
30 de julho – Vacinados com a primeira em 5 de julho

Astrazeneca

26 de julho – Vacinados com a primeira em 30 de abril e nos dias 1 e 3 de maio
27 de julho – Vacinados com a primeira em 4 de maio
28 de julho – Vacinados com a primeira em 5 de maio
29 de julho – Vacinados com a primeira em 6 de maio
30 de julho – Vacinados com a primeira em 7 de maio

Pfizer
29 de julho – Vacinados com a primeira em 6 de maio
30 de julho – Vacinados com a primeira em 7 de maio


Locais de vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba alerta que no decorrer da semana poderá haver mudanças nos pontos de vacinação, para consultar, acesse www.coronavirus.curitiba.pr.gov.br, em Vacina Covid-19, clique em Informações e procure Locais de Vacinação

Segunda-feira, 26 de julho

Das 8h às 17h

1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)

2 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

3 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua  Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra

4 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

5 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

6 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

7 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

8 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

9 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

10 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

11 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

12 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700

13 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo 

14 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

15 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

16  – US Orleans
Av. Ver. Toaldo Túlio, 4577 – Orleans

17 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

18 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700

Cajuru ganha pista de BMX com padrão internacional

Foi dada a largada para as provas e treinos na nova pista de BMX do Parque Olímpico do Cajuru, o Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. A inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross (bicicross) aconteceu na tarde desta quinta-feira (22/7), com a presença do prefeito Rafael Greca e de atletas da modalidade, que fizeram o reconhecimento da estrutura, com todos os seus obstáculos.  

Inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross de Curitiba (bicicross) a nova pista de BMX fica no Parque Olímpico do Cajuru, antigo Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. Curitiba, 22/07/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Com especificações olímpicas e padrão internacional, a pista é uma das poucas no país com condições de receber competições oficiais. São duas rampas para largadas das categorias Challenge (5 metros de altura) e Championship (8 metros de altura) e 390 metros de obstáculos para as competições.

A obra é uma parceria das secretarias municipais do Meio Ambiente e de Obras Públicas, com financiamento da Caixa Econômica.

“O Cajuru nunca mais será o mesmo”, disse Greca ao lado do vice-prefeito Eduardo Pimentel. “Estou morrendo de inveja dos nossos atletas [que aguardavam a largada], essa pista é orgulho de Curitiba e uma das mais bonitas que o nosso país possui”, completou o prefeito, ao pedir aplausos à secretária do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, que idealizou o complexo esportivo.

O secretário do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein, destacou que já existem campeões da modalidade em Curitiba. “E a ideia é que possamos estimular ainda mais a prática do esporte”, afirmou. 

Inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross de Curitiba (bicicross) a nova pista de BMX fica no Parque Olímpico do Cajuru, antigo Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. Curitiba, 22/07/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Entre os praticantes que deram as primeiras voltas na pista estiveram Fernanda Bueno Cooper, Miguel Silveira Silva, Pedro Henrique Bueno, Matheus Araújo Mascarenhas, Juan Stocco, Pedro Henryque da Silva Alves, Humberto Emanuel Silveira Silva, e Luiz Felipe Valentini, todos com idades entre 11 e 14 anos. 

Inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross de Curitiba (bicicross) a nova pista de BMX fica no Parque Olímpico do Cajuru, antigo Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. Curitiba, 22/07/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Referência esportiva

O complexo esportivo conta, ainda, com campos de futebol de areia, de rua e americano, quadra de futebol de salão, academia ao ar livre, área de treinamento de atletismo, um estádio municipal de beisebol e softbol, pista de caminhada e canchas de voleibol. E já está em tratativas e estudos junto à Secretaria do Meio Ambiente a possibilidade da implantação de uma pista de skate no local, que também terá parede de escalada, centro de lutas e uma pista de pump track (tipo de pista para bicicleta). 

Desde 2017, o parque vem recebendo benfeitorias feitas pela Prefeitura, que transformou o local em um centro de formação esportiva especializada, além de espaço de lazer e atividade física para a população. Em 2018, o complexo passou a contar com o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) Nelson Comel, que colocou no parque uma quadra poliesportiva coberta e pista de atletismo.