Com 50% de volume nos reservatórios pela 1ª vez em 10 meses, rodízio pode ser reavaliado no fim do mês

A Sanepar, porém, ainda não definiu qual seria a mudança de patamar

Com mais de 50% de volume nos reservatórios pela 1ª vez em 10 meses, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) pode reavaliar o rodízio de água na região metropolitana de Curitiba até o fim do mês de março. Para isso acontecer, porém, é necessário que as chuvas continuem e as barragens alcancem um volume de 60%, uma vez que o outono e o inverno costumam ser os meses menos chuvosos do estado.

Em entrevista à Banda B, o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky, explicou que a região teve um volume maior de água nos últimos dois dias do que ao longo de todo o mês de fevereiro. “Estamos otimistas, mas é importante sempre lembrar que para uma reavaliação do rodízio, é necessário que tenhamos pelo menos 60% de volume até o fim do mês. Estamos otimistas e, se o tempo continuar generoso, temos essa possibilidade”, explicou.

A Sanepar, porém, ainda não definiu qual seria a mudança de patamar com a chegada dos 60% de volume. Entre as possibilidades, está a redução do rodízio para um dia sem água para dois com ou ainda um dia sem água para quatro com.

Nesta terça-feira (2), o volume de água era de 51,20%

Economia

Para chegar ao patamar, porém, a Sanepar reforça a necessidade de economia. A companhia afirma que as ações de incremento às barragens com captações emergenciais e a economia gerada pelo rodízio e pela população permitiram que o armazenamento de 46,6 bilhões de litros de água desde o início do rodízio, em março do ano passado, até fevereiro deste ano.

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeito Rafael Greca faz exames no Hospital Marcelino Champagnat

O prefeito Rafael Greca teve uma indisposição nesta terça-feira (25/01) e seguiu para averiguações médicas no Hospital Marcelino Champagnat. Greca passou bem a noite. Exames preliminares apontam ligação da indisposição com uma hérnia abdominal. Mais informações sobre o quadro clínico do prefeito serão divulgadas posteriormente.

Curitiba divulga novo cronograma de vacinação das crianças contra a covid-19

Com a chega de nova remessa de imunizantes pediátricos, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba amplia a vacinação contra a covid-19 para as crianças. Confira o cronograma para os próximos dias.

A vacinação das crianças seguirá de forma escalonada por data de nascimento. Entre quarta (26/1) e sexta-feira (28/1) poderão receber a primeira aplicação as crianças nascidas nos anos de 2012, 2013 e 2014 (veja o cronograma abaixo).

O atendimento para as crianças seguirá em dez Unidades de Saúde exclusivas, das 8 às 17 horas. Confira os endereços no site Imuniza Já na aba “Locais de vacinação”. 

Também poderão receber a primeira aplicação as crianças que já foram convocadas e não puderam comparecer na data. 

A ampliação para demais faixas etárias depende da avaliação de estoque ou da chegada de nova remessa de imunizantes pediátricos.

Orientação para a vacinação

A SMS orienta para que os responsáveis façam o cadastro prévio da criança no Aplicativo Saúde Já, essa ação agiliza o fluxo da vacinação. Crianças acompanhadas pelo SUS de Curitiba já estão cadastradas. 

No dia da vacinação é necessário que a criança esteja acompanhada de um familiar ou responsável para a assinatura do termo de consentimento.

Também deverá ser apresentado documento de identificação e CPF da criança, documento de identificação com foto e comprovante de residência em nome do responsável pela criança. 

As orientações detalhadas e a relação das comorbidades pode ser conferida no “Pequeno Manual para vacinação das crianças de 5 a 11 anos em Curitiba”.

Crianças acamadas

Equipes de vacinadores continuam fazendo em paralelo a vacinação das crianças acamadas, mediante agendamento. As crianças acamadas em leitos atendidas pelo SUS Curitibano terão sua dose agendada a partir de um contato telefônico das equipes da SMS. 

Aquelas que são atendidas pela rede privada devem fazer o cadastro, disponível desde o dia 13 de janeiro, via Aplicativo Saúde Já Curitiba – é necessário atualizar a versão do aplicativo nas lojas virtuais para plataformas Android ou iOS – ou pelo site.

Após baixar a atualização nas lojas de aplicativos para Android ou iOS – ou pelo site, escolhendo a opção “Paciente Acamado”.  

Recomendações

A vacina contra a covid-19 para crianças não deve ser aplicada de forma simultânea com imunizantes para outras doenças, a recomendação é de que seja dado um intervalo de 15 dias.

Crianças que testaram positivo para a doença também devem aguardar os intervalos para receber o imunizante, que nesse caso é de 30 dias após a data de início dos sintomas.

A vacinação das crianças com 5 anos e das imunossuprimidas de qualquer idade deve ser feita exclusivamente com o imunizante pediátrico da Pfizer, conforme recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

Após a liberação da Anvisa, o Ministério da Saúde incluiu na última sexta-feira (21/1) a Coronavac na campanha de vacinação contra a Covid-19 para a faixa etária de 6 a 17 anos

Cronograma de vacinação das crianças

•    26/1 (quarta-feira) – Todas as crianças nascidas em 2012;
•    27/1 (quinta-feira) – Todas as crianças nascidas em 2013;
•    28/1 (Sexta-feira) – Todas as crianças nascidas em 2014.