Coisas bobas que fariam Curitiba ainda mais linda – Você já pensou nisso, certeza!

Gurizada do céu, andei pensando muito sobre o meu primeiro artigo para o Busão Curitiba – para quem não sabe eu sou um novo cobrador aqui – e não achei melhor assunto do que falar dos meus sonhos reprimidos para essa cidade. Nascido na geada e vivendo no sereno sem toca, nos meus 23 anos e 12 meses de vida já passei por algumas fases e momentos de Curitiba. Em cada uma dessas passagens eu guardei aquele sentimento de quero mais ou de por favor vá embora por algum aspecto novo que nascia na nossa cidade maravilhosa.

Não vou colocar a lista completa para não te deixar de cara com o tamanho do artigo, mas vou postar as que eu considero um pensamento que está dentro de todas as gurias e piazões curitibanos. Vamos começar pelo que é viável:

 

True Double-Chope até as 10:00h

double-chop-curitiba

Pare que você nunca pirou nisso. Imagina a loucura se todos os bares se reunissem em uma amizade pelo double-chope e o benefício fosse aberto até as 10h? Eu ia colocar até as dez e meia, só não quis forçar a amizade. Hoje tem lugares que ficam até as 20:30h, outros menos, alguns até as 21:30h. Nenhum dos barzotes legais de levar a broto ou ir arrumadinha ficam até mais tarde. Acabaríamos com o habito de levar a guria as sete no barzinho e você finalmente poderia levar ela no horário nobre. Eu vejo gente – morta? – levando seus matches do Tinder as 6h no barzinho irlandês e já não aguentando mais de beber duras depois, aumentando a fama que encontros arrumados pelo aplicativo são furada. Só consigo ver benefícios nesse horário estendido, vocês não?

Perceberam aquele “True”, certo? Isso porque existem os Double-Chopes marqueteiros que na verdade é um desconto de dois ou três pilas na compra de dois copos. Não que eu queira crucificar nenhum estabelecimento, longe de mim. Só apontando que a nossa vida noturna seria muito mais feliz se existisse esse horário tardio para se terminar o dobro sagrado de cerveja.

Mais pizzarias 24h

pizzaria-delivery-curitiba

Porque não posso pedir uma big de frango com catupiry de madrugada? Essa dificuldade já gerou muitos filhos com cara de pizza. Existe uma escassez de serviços funcionando o tempo todo em nossa cidade e não é por falta de consumidores. Um cachorro quente é certeza que você descola, isso não tem como negar. Só que chega uma hora que o seu desejo por uma pizza faz você sonhar com que Curitiba fosse Nova York nos filmes hollywoodianos onde se compra qualquer coisa de madrugada e é onde geralmente você encontra o amor da sua vida ou o homem-aranha.

Feriado anti-carnaval (assunto perigoso)

sem-feriado-em-curitiba

Não são apenas os mamilos que são polêmicos, mas também a lenda urbana que ronda a cidade de Curitiba onde nenhum desfile ou festividade de Carnaval será levado adiante e terá sucesso pela terra das 4 estações no mesmo dia. Você pode odiar esse fato e eu vou joga-lo na sua cara: O feriado de carnaval aqui deveria ser lar para todos os brasileiros que não querem saber se a pipa da vovó não sobe mais.

Já não seguimos o resto dos pais em tantas coisas, pra que insistir nessa também? Os gringos que vieram prestigiar a Copa do Mundo foram suficientes para confirmar que nós somos um pedacinho da Europa replicado em um pais tropical. Porque não pegar e aproveitar o melhor desses dois mundos?

Embutido nesse pensamento de comida eu vou terminar ele com 3 letras: KFC. Pensem nisso.

Cassino

cassino-em-curitiba

Quinta-feira à noite, coloca a japona, manda um whats pra guria dizendo que não vai rolar ir comer pastel, avisa a mãe que vai no 3D do Mueller, passa na casa da piazada e #partiu Vegas Curitibana. Um complexo da jogatina saudável e clássica, regado a glamour e campeonatos formidáveis de pôquer patrocinados pela versão online que o Ronaldo – Fat – Fenômeno faz propaganda. Te garanto que não iria machucar ninguém e só traria ainda mais diferencial para nossa cidade.

Um dia, nos tempos remotos, existiam alguns cassinos e alguém os levou embora. Claro que eram aqueles estabelecimentos não muito legais nos quais você não levaria aquela aluna da PUC que você chamou para sair, mas era um começo. Poderíamos ter evoluído.

3G no lugar da internet discada.

internet-discada-em-curitiba

Se você tem mais de 20 anos com certeza vai lembrar que entrava as 14h de Sábado na internet e bloqueava o telefone de todo mundo com a sua discada. Navegando na velocidade de uma tartaruga tansa, era bem fácil ficar de cara quando o download de uma foto do Orkut levava mais tempo que entrar na Woods sem nenhum VIP. Essa realidade não acabou, ela só trocou de nome e hoje se chama 3G.

Não é como se fosse um problema só daqui, mas é o mesmo princípio do Carnaval: se somos diferentes, custa ser diferente nisso também? Quantos eventos de tecnologia não viriam para nossa cidade, quantas brigas de casal seriam evitadas e quantos romances florescidos? Por um 3G que não acabe no meio do dia, essa é a nossa oração – isso me lembra aquela música que vai ficar na sua cabeça o dia todo.

Prefeito fazendo o desafio do balde de gelo.

prefeito-de-curitiba

Não? Certo, então aprecie esse GIF pois ele é fantástico.

Admitir que Curitiba já é uma mulher adulta e resolvida

or último é algo mais psicológico. Não somos uma cidade pequena com cara de grande ou uma cidade grande com espírito de interior. Existe um prazer nas pessoas em falar que Curitiba ainda não se desenvolveu como outras capitais grandes ou que ainda estamos nos adaptando a fluxos intensos de transito ou nomeações para recebermos eventos internacionais. A grande verdade é que somos uma cidade diferente, crescida e bem resolvida.

O desenvolvimento e a evolução dela que vamos tomar, seja que área for, é incerto por depender de uma variável muito inconstante: o povo. Você pode achar que a população não controla nada e que são altos escalões que mandam em tudo mas quando você foi um bebe foram os seus berros esguelhados que avisavam a sua mãe que faltava mamadeira de polenta nesse teu bucho. Postar uma foto do Busão cheio é fácil, ir atrás de diretos e realmente querer mudar a sua sociedade é outra. Fim do meu texto político e voltando ao artigo: A cidade é assim e tenha orgulho dela, não fique achando que do nada vamos explodir em poluição e as pombas vão dominar as canaletas. Compartilhe o que é viver em uma cidade privilegiada, por mais que você sempre vá querer uma ou outra coisinha diferente.

curitiba-sua-linda

 

Se você acha que eu exagerei ou que deixei alguma coisa de fora, taca-le pau nos comentários pia! Não sou o marco véio, mas ia ser massa tacar pau numas ideia com você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guarda Municipal de Curitiba inspira outros municípios do Paraná

O secretário de Defesa Social e Trânsito, Pericles de Matos e o comandante da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Júnior, recebem o prefeito de Pitangueiras, Samuel Teixeira e comitiva. Curitiba, 16/08/2022. Foto: Pedro Ribas/SMCS

Com 36 anos de história, a Guarda Municipal de Curitiba vem inspirando outros municípios do Paraná na formação de suas instituições próprias. Esse é o caso do município de Pitangueiras, no Norte do Paraná. Nesta terça-feira (16/8), uma comitiva formada pelo prefeito Samuel Teixeira e demais servidores visitou a sede da GM e conversou com o comando da corporação.

“Estamos em fase inicial da Guarda Municipal em nosso município, ainda com a votação do projeto de lei em andamento. Por isso, viemos aprender com Curitiba, que é uma referência para adaptar essa estrutura a nossa realidade”, afirmou o prefeito de Pitangueiras.

O secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Péricles de Matos, disse que a capital está à disposição para ajudar nessa criação. “Temos auxiliado municípios de todo o Paraná nessa estruturação, com condições de auxiliar na capacitação desses profissionais por meio do nosso Centro de Formação e orientar quanto à legislação vigente”, destacou Matos.

Segundo o comandante da Guarda Municipal de Curitiba, o inspetor Carlos Celso dos Santos Junior, todas as guardas existentes no Estado passaram por Curitiba.

“Hoje são 34 guardas municipais no Paraná e como somos a primeira temos esse cuidado e carinho em auxiliar nossos irmãos de farda”, disse o inspetor Celso.

Participaram da reunião a diretora do Centro de Formação da Guarda Municipal, inspetora Cleusa Pereira, o coordenador do Centro de Operações da GM, inspetor Gilberto Ramos de Oliveira, e demais representantes da Guarda Municipal e do município de Pitangueiras.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

MP faz orientação jurídica à população nos bairros; veja as datas

MP faz orientação jurídica à população nos bairros; veja as datas

Uma equipe do Ministério Público do Paraná (MP-PR) realizou na tarde desta terça-feira (16/8), na Rua da Cidadania do Cajuru, atendimentos descentralizados à população de forma gratuita.

A ação é do Núcleo de Atendimento ao Cidadão e às Comunidades (NACC) e tem o objetivo de facilitar o acesso da população à Justiça. Além do Cajuru, até o mês de novembro serão realizados atendimentos descentralizados nos bairros Cachoeira, Caximba, Tatuquara e Bairro Novo.

O NACC atua especialmente para a população em situação de vulnerabilidade. Outros casos são direcionados para as Promotorias de Justiça especializadas na área.

Nos casos em que a demanda do cidadão não for de atribuição do Ministério Público, as pessoas são orientadas sobre quais órgãos devem buscar assistência

De acordo com Júlia Emanuele Ferreira, estagiária de pós-graduação do MP, nos atendimentos são prestadas orientações jurídicas e recebidas demandas relacionadas às áreas de atribuição do Ministério Público. Estão nesse rol, dificuldade em obter vagas em escolas, acesso a serviços públicos de saúde, problemas urbanísticos (como iluminação pública, coleta de lixo, saneamento básico).

Reconhecimento de paternidade

Além disso, o MP também atua no reconhecimento de paternidade e questões relacionadas ao direito de família.

“Quando a mãe procura para fazer o reconhecimento de paternidade da criança, nós colhemos as informações e vamos contatar o pai para buscar regularizar o registro. Tentamos resolver o caso sem processo quando possível”, explicou Roberta Ferst Sampaio, assessora da promotoria.

Em muitos casos, o pai aceita e faz o reconhecimento. Este ano o MP já fez 90 reconhecimentos de paternidade amigavelmente. No entanto, alguns pais questionam e pedem provas do processo.

“Quando é feito pedido de DNA, são as partes que pagam o exame do laboratório. O resultado vai direto para MP e nós damos ciência às partes e fazemos o encaminhamento dos papéis para o cartório. Se mesmo assim o pai questionar, aí o MP entra com um processo de reconhecimento de paternidade”, relatou Roberta.

Outros casos relacionados com o direito da família, como divórcio, guarda de crianças e pensão alimentícia, são encaminhados para o projeto Justiça no Bairro do Tribunal de Justiça do Paraná, que atua em parceria com o Ministério Público.

Regularização de imóvel

Uma situação bastante comum também é de busca de regularização de imóvel. “Nós analisamos os casos e procuramos orientar a pessoa sobre o que deve fazer para regularizar a área”, explicou Júlia.

Foi o que levou Edson Luiz de Paula procurar a ajuda do MP. “Soubemos que o Ministério Público estava aqui na Rua da Cidadania através do Cras e viemos buscar uma solução para nosso caso”, disse.

A casa de Edson foi erguida em uma área irregular e agora a família busca legalizar o terreno. Ele foi encaminhado para verificar a situação do terreno no núcleo da Secretaria Municipal do Urbanismo.

Próximos atendimentos do Ministério Público nos bairros

Bairro Cajuru

Dia 6/9 – 14h às 16h30

Dia 20/9 – 14h às 16h30

Dia 4/10 – 14h às 16h30

Dia 18/10 – 14h às 16h30

Dia 1/11 – 14h às 16h30

Local: Rua da Cidadania do Cajuru – Avenida Prefeito Maurício Fruet, 2.150

Bairro Cachoeira

Dia 12/9/ – 14h às 16h30

Dia 10/10 – 14h às 16h30

Dia 7/11 – 14h às 16h30

Local: Capela Bom Jesus – Rua David Bodziak, 872

Bairro Caximba

Dia 16/9 – 14h às 16h30

Dia 14/10 – 13h30 às 16h30

Dia 11/11 – 13h30 às 16h30

Local: Cras Caximba – Estrada Delegado Bruno de Almeida, 8.280

Bairro Tatuquara

Dia 22/8 – 14h às 16h30

Local: Associação Vovô Vitorino – Rua Tenente-Coronel Manoel Eufrásio de Assumpção, 375

Bairro Novo

Dia 31/8 – 14h às 16h30

Dia 26/9 – 18h às 20h

Local: Rua da Cidadania do Bairro Novo – Rua Tijucas do Sul, 1.700

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba