CineBusão – As indicações do dia 22 a 27 de setembro

Começando o primeiro CineBusão onde vamos repassar os filmes da semana com vocês e indicar uma boa sessão para se divertir ou levar a guria pra um role. Quase todos os filmes eu já vi, então acreditem em minhas palavras e sejam felizes – ou não tão felizes porque o valor do cinema é triste, mas… – assistindo uma dessas obras:

Se eu ficar

blog-hoje-no-cinema-if-i-stay-se-eu-ficar

 

“Mia Hall (Chlöe Grace Moretz) é uma prodigiosa musicista que vive a dúvida de ter que decidir entre a dedicação integral à carreira na famosa escola Julliard e aquele que tem tudo para ser o grande amor de sua vida, Adam (Jamie Blackley). Após sofrer um grave acidente de carro, a jovem perde a família e fica à beira da morte. Em coma, ela reflete sobre o passado e sobre o futuro que pode ter, caso sobreviva.”

No embalo de “A Culpa é das Estrelas”, sai mais um filme romântico que fará as moças aguarem suas maquiagens e trazer o panda que existe dentro delas à tona. Se Eu Ficar é filme romântico rapazes, não criem muita esperança, mas eu recomendo você levar a sua namorada nele. Você, homem, não vai morrer de tédio e é bem possível que até goste de algumas cenas. Faça um esforço, ela vai gostar!

Para vocês gurias, se “A Culpa é das Estrelas” fez você sonhar com um Augustus Waters na sua vida e se imaginar sendo a Hazel – versão saudável – então não tem nada nesse filme que não possa te agradar, corre lá!

Hércules

4008914-9543865899-hercu

“Filho de Zeus, o semi-deus Hércules (Dwayne Johnson) sofre há 400 anos, por ter perdido toda a sua família. Após realizar os doze trabalhos, ele conhece seis homens sanguinários e impiedosos, e une-se ao grupo em busca de novas tarefas e de qualquer trabalho que puder encontrar, com a condição de ser remunerado. Esses homens assassinam diversas pessoas em seu caminho, e com isso acabam despertando fama na região, até que o rei da Trácia chama Hércules e convida-o a treinar o seu exército, na intenção de transformá-los em verdadeiros mercenários.”

Semi-deus, mercenários, exercito, homens sanguinários e um puta leão. A descrição padrão desse filme não tem nem como ser estendida porque é exatamente o que você vai encontrar!

O longa conta a história de Hércules – como se ninguém soubesse – de uma forma bem Hollywoodana, com piadas clichê, muita porrada e – eu to impressionado com ele – um puta leão. Provavelmente a sua namorada vai tanto pela diversão como para agradar você, por mais que ela quisesse ver a versão 2 do A Culpa é das Estrelas.  Em resumo, é divertido e vale a pena!

O Doador de Memórias

o-doador-de-memorias-review-mery-streep-jeff-bridges-01

“Uma pequena comunidade vive em um mundo aparentemente ideal, sem doenças nem guerras, mas também sem sentimentos. Para tanto uma pessoa é encarregada a armazenar estas memórias, de formar a poupar os demais habitantes do sofrimento e também de guiá-los com sua sabedoria. De tempos em tempos esta tarefa muda de mãos e agora cabe a um jovem (Brenton Thwaites), que precisa passar por um duro treinamento para provar que é digno desta tarefa.”

Uma mistura de The Hunger Games sem a parte divertida com as outras versões de Hunger Games, mas também sem a parte divertida, é o Doador de Memórias é a representação do mundo rico que oprime uma sociedade, com um romance não muito desenvolvido e um contexto de rebeliões e política para dar um último tempero para essa carne quase sem sal.

Se você procura mais um The Hunger Games ou Divergent, achou uma variação e não é uma das melhores.

Livrai-nos do Mal

05-livrai-nos-do-mal

“O policial Ralph Sarchie (Eric Bana) tem uma intuição especial, que sempre o leva a combater casos extremos e perigosos. Em uma mesma semana ele se depara com um bebê jogado no lixo e uma mãe que atira seu filho na jaula dos leões em um zoológico. Intrigado pelos acontecimentos, ele começa a investigar as pessoas responsáveis, suspeitando que alguma força sobrenatural esteja por trás das histórias. Com a ajuda de um padre especializado em demonologia (Edgar Ramírez), Sarchie descobre uma verdade assustadora, muito além do seu mundo cético e racional.”

É como eu sempre digo: se o filme de terror tiver uma história excelente e pouco susto, não é filme de terror. Esse é um dos títulos que eu não tive o prazer – ou desprazer – de conferir no cinema e vou esperar a versão caseira, mas isso não me impede de te adiantar uma ou duas coisas.

Primeiro, é um filme de terror. Não vá esperando nada além disso. Não vai virar uma trilogia e não vai ser o melhor filme do seu ano, então vá esperando bons sustos e tensão – não tesão – durante os seus 115 minutos de Livrai-nos do Mal.

Correr ou Morrer

maze-runner1

“Em um mundo pós-apocalíptico, o jovem Thomas  é abandonado em uma comunidade isolada formada por garotos após toda sua memória ter sido apagada. Logo ele se vê preso em um labirinto, onde será preciso unir forças com outros jovens para que consiga escapar.”

Nem só de reclamação vive um curitibano e é por isso que meu favorito ficou por último! The Maze Runner ou, como brasileiro adora estragar título de filme, “Correr ou Morrer” é a versão mais nova – se não melhor que – de The Hunger Games. A história se passa em um labirinto mais difícil de achar a saída do que Colombo a noite e ela muda o tempo todo. O que você acreditava ser certo a alguns minutos, acaba se tornando outra coisa no decorrer e no final…você fica de boca aberta se achando mais bobinho que a moça que envia fotinhos pelo Whatsapp para o seu peguéts da Woods.

Correr ou Morrer é a indicação CIneBusão da semana e você não pode perder! Confira os horários no UCI ou Cinemark mais próximos e não perca o biarticulado, boa diversão a todos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em Brasília, Ratinho Junior defende modelo de pedágio baseado na menor tarifa

[ad_1]

O governador Carlos Massa Ratinho Junior defendeu nesta semana, em reuniões com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a necessidade da implementação de um modelo de pedágio que respeite o anseio da sociedade paranaense pela menor tarifa, sem outorga. 

O Ministério de Infraestrutura estudará as mudanças sugeridas pelo Paraná e apresentará um novo modelo. A ideia é que o novo projeto seja justo com o desejo dos paranaenses.

A intenção, ressaltou o governador, é nortear a concessão dos 3.327 quilômetros de rodovias que cortam o Paraná em torno de duas diretrizes: maior número de obras e menor valor de tarifa cobrada do usuário. Os atuais contratos de pedágio terminam em novembro deste ano.

“O governo federal deve fazer mudanças e apresentar uma nova proposta ao Paraná. Reforçamos o desejo de todos os paranaenses por uma tarifa mais baixa, com a execução de obras e que o leilão ocorra na Bola de Valores de São Paulo, com a maior transparência possível. Esse é o nosso compromisso com a infraestrutura do Paraná”, destacou Ratinho Junior.

As propostas apresentadas pelo governador estão alinhadas ao modelo proposto pelo G7, grupo das principais entidades do setor produtivo paranaense, que entregou ao Ministério da Infraestrutura documento solicitando alterações no modelo de pedágio proposto para o Paraná.

Os empresários pedem que a licitação da concessão seja pela menor tarifa, sem limite de desconto; garantia de execução das obras por meio de depósito caução; adequação no degrau tarifário das pistas duplicadas; a desoneração do PIS/Cofins que incide sobre as tarifas de pedágio; e a transparência total no processo.

“Junto com o setor produtivo e lideranças locais, o Governo do Paraná defende um modelo que contemple o que a população nos exige: o menor valor na tarifa de pedágio”, afirmou o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

Os novos traçados, segundo demanda do Governo do Estado, estão divididos em seis lotes, mas com desenhos diferentes do atual, já que incluem rodovias que não estavam contempladas até então, como a PR-323, no Noroeste, a PR-280, no Sudoeste, e a PR-092, no Norte Pioneiro. O conjunto de rodovias em projeto é formado por estaduais (35%) e federais (65%).

Sandro Alex reforçou o pedido para que as obras sejam executadas em sua grande maioria nos primeiros anos do contrato. O pacote atual, lembrou ele, prevê a duplicação de 1.783 quilômetros (90% até o sétimo ano do acordo), a construção de 10 contornos urbanos, 253 quilômetros de faixa adicional nas rodovias já duplicadas e de 104 quilômetros de terceira faixa para apoio ao trânsito.

A proposta contempla ainda sinal de wi-fi em todos os trechos de estradas, câmeras de monitoramento e iluminação em LED.

Pagamento do IPVA 2021 será retomando nesta quinta-feira

O pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2021 será retomado nesta quinta-feira (22), com o início do vencimento da terceira parcela, seguindo a ordem do final das placas até o dia 28 de abril.

No mês passado os proprietários de veículos no Paraná ganharam uma folga no pagamento do imposto. Em razão do acirramento da pandemia da Covid-19, a Secretaria da Fazenda postergou em um mês o vencimento das parcelas.

Assim, as três parcelas restantes tiveram seus prazos adiados em um mês: a terceira, que deveria ser paga em março, teve seu prazo postergado para abril, e assim sucessivamente até a quinta e última parcela, em junho. Enquanto em muitos estados a cobrança já foi feira em sua integralidade, os contribuintes paranaenses ganharam mais três meses para a quitação.

O objetivo do adiamento foi de oportunizar ao contribuinte a manutenção de suas obrigações tributárias com o Estado, considerando a vigência do Decreto nº 4.319, de 23 de março de 2020, que declarou estado de calamidade pública, e as medidas restritivas visando o enfrentamento da emergência de saúde pública do Decreto nº 6.983, de 26 de fevereiro de 2021.

A proposta não acarreta renúncia de receita, mas apenas o deslocamento dos vencimentos parcelados do IPVA 2021. Os demais critérios previstos na legislação, como acréscimos financeiros e quantidade de parcelas permaneceram os mesmos.

COMO PAGAR 

Em dezembro do ano passado, a Secretaria da Fazenda autorizou o pagamento do IPVA 2021 em até cinco parcelas mensais – até então, o parcelamento máximo era de três meses. O aumento das parcelas foi implementado para facilitar a vida do contribuinte paranaense tendo em vista as dificuldades causadas pela continuidade da pandemia do coronavírus.

Importante lembrar que os contribuintes não receberão boleto para efetuar o pagamento, nem qualquer outro tipo de correspondência. Para emitir a guia, basta acessarhttp://www.fazenda.pr.gov.br/ipva. É preciso ter em mãos o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV)

Apenas com o número do Renavam também é possível pagar o imposto diretamente nos caixas ou canais de atendimento de sete bancos credenciados: Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Bancoop.

A quitação do IPVA é requisito obrigatório para emissão certificado de licenciamento de veículo pelo Detran/PR.

Confira o calendário atual do IPVA 2021.