Cine Passeio comemora dois anos com estreia na programação virtual

Podem ir preparando a pipoca. Considerado um dos 20 cinemas mais legais do mundo pela revista segmentada Exibidor, o Cine Passeio completa dois anos de inauguração com atrações imperdíveis nas salas de exibição virtual Cine Vitória e também no Cine Plaza. Serão seis filmes em cada ambiente a partir desta quinta-feira (25). Cada título poderá ser visto a partir desta quinta (25) até dia 31 no site www.cinepasseio.org, onde também estão os preços.

Cine Passeio comemora dois anos com estreia na programação especial. Foto: Daniel Castellano/SMCS

A sala virtual Cine Vitória terá quatro documentários. Volta à grade de programação o recordista de inscrições e visualizações Marumbi, a montanha por dentro (do brasileiro Matias Dala Stella). Com ele, também serão exibidos Me chamo Samuel (do queniano Pete Murimi); Vida de Artista (do brasileiro João Batista de Andrade) e Conversas do Maranhão (de Andrea Tonacci). A sala virtual traz ainda os argentinos Cuando ella saltó, drama dirigido por Sabrina Farji, e Caño dorado, suspense de Eduardo Pinto.

No Cine Plaza, o público poderá ver uma estreia virtual. É o inglês Prisioneiro espacial, suspense de ficção de Luke Armstrong. Outras opções são os franceses A poucos passos de Paris (comédia de Virginie Verrier) e Um amor proibido: escute o som do seu coração (de Arnold de Parscau), Nona: se me molham eu os queimo (drama chileno de Camila José Donoso), Mambo man (drama anglo-cubano de Edesio Alejandro e Mo Fini ) e o norte-americano O muro (drama de Genevieve Anderson).

Debates de sábado

A trajetória e as perspectivas para o Cine Passeio serão o assunto da mesa-redonda que acontecerá neste sábado (27), a partir das 10h30. Para debater o tema, foram convidados três frequentadores assíduos da programação do Cine Passeio: a produtora e diretora Téia Werner, o desenhista industrial Francisco Nascimento e a produtora cultural e colunista de gastronomia Bárbara Magalhães Browne. A atividade vai até as 12h30.

À tarde haverá outro debate. Em meio às novas tecnologias de acesso aos filmes e à crise sanitária que agora afasta o público das salas físicas dos cinemas, qual será o seu futuro? Para responder à pergunta, Marcos Jorge e Marden Machado convidaram o gerente de produções local dos estúdios Disney, Bruno Bluwol; o fundador da Expocine e editor da revista Exibidor, Marcelo Lima; e a diretora e produtora Cláudia da Natividade. A conversa será neste sábado (27), das 17h30 às 19h30.

Na segunda, a volta dos podcasts

Idealizado para o formato virtual de programação inaugurado na pandemia, os podcasts voltam ao cartaz nesta segunda-feira (29). O convidado para abrir a segunda temporada da atração é Alessandro Larocca – o homem por trás do som de alguns dos mais importantes filmes brasileiros. Ele é supervisor de edição de som sound designer, mixador e responsável pela direção técnica e artística da 1927 Áudio, de Curitiba.

Os interessados em ouvir o bate-papo de Larocca com os curadores do Cine Passeio, Marcos Jorge e Marden Machado, poderão fazê-lo pelo Spotify e pelo Deezer do espaço (www.cinepasseio.org/podcasts).

Sucesso mesmo na pandemia

Desde que o Cine Passeio abriu as portas, em 27 de março de 2019, 99.031 pessoas assistiram a 507 filmes exibidos em 3.127 sessões de filmes de diferentes gêneros e países e destinados a públicos diversos. Os números se referem às charmosas salas físicas Cine Luz e Cine Ritz e também aos contabilizados na segurança do sofá da casa dos espectadores.

“No momento em que as novas tecnologias alteraram o modo de consumo de conteúdos audiovisuais, o Cine Passeio vem mostrando que é possível integrar velhos e novos hábitos de apreciar cinema, com muito sucesso. Esse espaço cultural representa o esforço da Prefeitura e supera as expectativas do público, inovando e respeitando as tradições”, avalia a coordenadora de Audiovisual da Fundação Cultural de Curitiba, Valéria Marques Teixeira.

Até o início das restrições resultantes da pandemia do novo coronavírus, o espaço cultural exibiu 260 filmes em 2.699 sessões presenciais que atraíram 89.964 pessoas de todas as idades. Com as portas fechadas pouco antes de completar seu primeiro ano de funcionamento, o Cine Passeio concebeu um variado cardápio de atrações virtuais que reuniram 9.067 pessoas em torno de 428 sessões de 247 filmes, entre atrações grátis e pagas.

Programação diversificada

Fizeram parte da programação 27 lançamentos, mostras e festivais presenciais que atraíram 7.335 pessoas, além de 17 virtuais. Destes, 15 (cerca de 90%) foram realizados por meio de plataformas externas, o que não permite a aferição de público.

Entre os destaques exibidos nas salas do Cine Passeio estiveram os festivais Glauber Rocha 80 anos e Ingmar Bergman 100 anos, além do pré-lançamento nacional de Cemitério Maldito. Como atrações virtuais, destacaram-se as mostras Varilux, Babenco e o 13º Festival de Cinema da Lapa.

Workshops, palestras, bate-papos e podcasts que fazem parte da programação do mais novo cinema de rua de Curitiba também caíram no gosto do público que cultua a chamada sétima arte. Em quase 1 anos de atividades presenciais, foram 20 eventos com 860 participantes.

Já em sua configuração virtual, com o público em casa, o Cine Passeio ofereceu 47 atividades e atraiu 2.877 participantes. A novidade ficou por conta dos podcasts. Em 16 edições, foram registradas 1.101 participações.

Todos esses projetos terão continuidade durante o 1º semestre de 2021. Dessa forma – independente do formato, presencial ou virtual – o Cine Passeio segue as diretrizes estabelecidas pela Fundação Cultural de Curitiba com a missão de apresentar o melhor do cinema para um público apaixonado por audiovisual.

Serviço: dois anos de Cine Passeio

Programação especial de 25 a 31 de março. Filmes, debates, podcasts
Confira em www.cinepasseio.org e www.cinepasseio.org/podcasts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cine Passeio virtual exibe seis filmes dirigidos por mulheres

Diretoras femininas são o foco da programação virtual do Cine Passeio Virtual na semana de 4 a 10 de março. Em homenagem ao Dia das Mulheres, quatro dramas e dois documentários estão disponíveis gratuitamente na sala virtual Vitória. Na sala virtual Cine Plaza outros seis filmes, de suspense a romance, completam a programação. Acesse o site cinepasseio.org e assista.

A programação feminina em parceria com a SPCine e a CineAR traz diretoras mulheres da América Latina – três brasileiras, duas argentinas e uma colombiana. Os filmes são: Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé (Brasil, 2016), Keyla; de Viviana Gómez Echeverry (Colômbia 2018); Vaga Carne, de Grace Passô (Brasil, 2019); Feio, Eu?, de Helena Ignez (Brasil, 2013); Un Amor, de Paula Hernández (Argentina, 2011); e Eva y Lola, de Sabrina Farji (Argentina, 2010).

Diretoras femininas são o foco da programação do Cine Passeio Virtual desta semana, de 4 a 10 de março. Foto: Divulgação

O curador do Cine Passeio, Marden Machado, reforça que a presença das mulheres à frente dos filmes tem aumentado.

“Demos prioridades a diretoras que estão em atividade representadas pelo laço da cultura sul-americana. Seus filmes falam sobre temáticas diversas, porém que estão no nosso dia a dia e estimulam debates relevantes”, comentou Marden. “O olhar feminino é mais apurado para certos temas e essa variedade é apresentada nesta seleção.”

Sala Cine Plaza

A programação vitual do Cine Passeio conta também com a Sala Cine Plaza. Nessa semana a programação tem a estreia do longa-metragem francês, Um Amor Proibido – Escute o Som do Seu Coração, de Arnold de Parscau.

As sessões online foram uma maneira de levar a programação das salas físicas do cinema para dentro das casas dos espectadores, especialmente enquanto vigorarem as medidas de prevenção contra a disseminação da covid-19.

“Com a programação virtual conquistamos um novo público. Estamos felizes em ver o Cine Passeio ganhando novos espaços e a grande aceitação que estamos vendo”, concluiu Machado.

Acesse toda a programação no cinepasseio.org

Cine Passeio abre programação de 2021 com sessões presenciais e virtuais

Filmes bastante aguardados durante a quarentena abrem a programação 2021 do Cine Passeio. Entre as salas presenciais e virtuais estão 18 produções de estilos variados, que vão desde a mostra do cultuado diretor polonês Krzysztof Kieslowski e curtas de Tiomkim a longas infantojuvenis como Mulher Maravilha 1984, de Patty Jenkins, e Pinóquio, de Matteo Garrone.

O espaço reabre nesta quinta-feira (4/2), às 13h, seguindo rigorosos protocolos de segurança para prevenção à covid-19, entre eles capacidade, horário de funcionamento e números de sessões reduzidos, além de frequente higienização das salas.

“A casa dos apaixonados por cinema”, como os curadores Marcos Jorge e Marden Machado apelidaram o Cine Passeio, oferece sessões virtuais desde o começo do isolamento. Agora, na programação, estão três curtas-metragens do diretor curitibano Tiomkim, que morreu em janeiro. Os filmes foram gravados na passagem dos anos 80 para os 90 e intitulados A Desilusão em VHS – O Cinema Experimental de Tiomkim.

Em cartaz nas salas presenciais estão o blockbuster Mulher Maravilha 1984, de Patty Jenkins, e Pinóquio, do italiano Matteo Garrone, que apresenta uma versão sombria da clássica história do boneco de madeira que queria ser gente.

A Mostra Kieslowski foi dividida para acontecer ao longo das próximas quatro semanas e apresentar o melhor do diretor, começando com A Cicatriz (1976), Sem Fim (1985) e Sorte Cega (1987). Estes dois últimos títulos jamais foram vistos em cinemas no Brasil. Com este grande mestre, na Sala Luz está Todos os Mortos, de Marco Dutra e Caetano Gotardo, representante brasileiro no Festival de Cinema de Berlim de 2020.

“Somos verdadeiramente apaixonados pela sétima arte e também defensores ferrenhos da diversidade cinematográfica e esperamos continuar recebendo a ilustre visita de nosso querido e apaixonado público tanto em nossas salas físicas em Curitiba, como virtualmente de qualquer lugar do Brasil ou do mundo”, comenta Marden.

Protocolos sanitários

A retomada ocorre dentro de rigorosos protocolos sanitários e poderá ser alterada de acordo com as orientações das autoridades de saúde pública.

O horário reduzido de funcionamento é das 13h às 22h, de terça a domingo. São apenas duas sessões por dia, em duas salas (Ritz e Luz). Das 91 pessoas por sala, serão liberadas apenas 32 lugares.

No intervalo entre uma sessão e outra será feita a sanitização com produto desenvolvido especialmente para salas de cinema e aprovado pela Anvisa.

Os sistemas de ar condicionado foram higienizados, incluindo os dutos. Durante as sessões haverá renovação de ar exterior e após o término do filme, as salas serão abertas para ventilação.

As sessões serão acompanhadas por um funcionário, que supervisionará o atendimento aos protocolos de segurança. Cada pessoa deverá permanecer sentada em seu assento, que não poderá ser trocado.

A saída será organizada por fileiras, começando pela mais próxima da tela, para evitar aglomerações.

Serviço: Cine Passeio


SALA LUZ
MOSTRA KIESLOWSKI
15h
A Cicatriz – 4 e 8 de fevereiro (quinta e domingo)
Sem Fim – 5 e 9 de fevereiro (sexta e terça) 
Sorte Cega – 6 e 10 de fevereiro (sábado e quarta)
19h – Todos os Mortos – 4 a 10 de fevereiro

SALA RITZ
4 a 10 de fevereiro
15h30 Mulher Maravilha 1984
19h30 Pinóquio

Os ingressos terão um valor único para toda a semana: R$12 (inteira) e R$6 (meia). Dê preferência para a compra on-line

Acompanhe as sessões virtuais pelo site: http://www.cinepasseio.org/