Ciclone subtropical pode provocar ondas de até três metros no Litoral do Paraná

A Marinha do Brasil confirmou a formação de um ciclone subtropical em alto-mar, na manhã desta segunda-feira (19). De acordo com comunicado, os ventos associados ao ciclone, que teriam atingido velocidades de até 55 km/h, poderão provocar mar agitado e ressaca com ondas entre 2,5 e 3,0 metros no litoral dos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e de São Paulo, ao sul de Santos, entre a manhã desta terça-feira (20) e a manhã de quinta-feira (22).

Os locais ao norte de Santos e do Rio de Janeiro, ao sul de Arraial do Cabo, entre a tarde desta segunda-feira (19) e a noite desta terça-feira, também podem presenciar mar agitado e ressaca com grandes ondas. “Seu centro se encontra a aproximadamente 300 milhas náuticas (555 km) a leste da costa do estado de Santa Catarina e a 250 milhas náuticas (450 km) ao sul da costa do estado do Rio de Janeiro, com lento deslocamento para leste/nordeste.”, diz o texto sobre a localização do ciclone.

As condições atmosféricas que possibilitam a intensificação do ciclone persistem, o que poderá ser classificado como tempestade subtropical nas próximas horas. Segundo as Normas da Autoridade Marítima para Meteorologia Marítima (NORMAM-19), para que haja a classificação do ciclone como tempestade subtropical e a sua nomeação, os ventos deverão ser iguais ou superiores a 63 km/h.

Em alto-mar, as ondas podem chegar a alturas de até 6 metros até a noite desta quinta.

Informações Banda B

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Grupo de mulheres motociclistas vão distribuir ovos de Páscoa no litoral do Paraná

Uma ação de um grupo de mulheres motociclistas pretende distribuir 250 ovos de páscoa para crianças do Litoral do Paraná, na região de Guaratuba, no bairro do Carvoeiro. A ideia do grupo, que já tem ajudado famílias carentes desde o início da pandemia, e ainda entregar 50 quilos de peixe para os cadastrados no projeto Asas da Liberdade.

“A gente soube que algumas  famílias do litoral estavam sem alimentos no início da pandemia e resolvemos ajudar e depois disso não paramos mais. Já arrecadamos 10 mil toneladas de alimentos e roupas. Todo mês a gente promove uma ação nova e resolvemos encontrar um parceiro para fazer essa entrega dos ovos de páscoa”, conta Thelma Crunnenaue, dona de casa e fundadora do grupo Filhas do Vento e da Liberdade.

Thelma conta que aos 46 anos ganhou uma moto de presente e viajar pelas estradas do Brasil foi uma forma que ela encontrou para superar uma depressão. A partir de então ela resolveu ajudar as pessoas que precisam por onde passava.

Quando será a entrega?

A entrega dos ovos no litoral do Paraná está prevista para quinta-feira ,1º de abril e deve seguir todas as ordens sanitárias por conta da Covid-19.

Informações Banda B

Litoral do Paraná terá barreiras sanitárias até domingo de Páscoa; medida pode ser prorrogada

As barreiras sanitárias instaladas em trechos de rodovias que dão acesso às sete cidades do Litoral do Paraná para conter a taxa de contaminação da Covid-19 seguirão em funcionamento até o domingo de Páscoa, no dia 4 de abril. A decisão, que pode ser prorrogada, aconteceu após o resultado positivo da medida nos últimos dias.

A Associação dos Municípios do Litoral do Paraná (Amlipa) divulgou que os efeitos das restrições de acesso aos municípios foi eficiente. “Considerando o significativo número de veículos que tiveram que fazer o retorno às cidades de origem, reduzindo o risco de contaminação na região. […] O litoral do Paraná teve um final de semana muito tranquilo”, disse a entidade através de uma nota.

Segundo a Amlipa, os moradores das cidades litorâneas apoiaram as barreiras.

Além de afirmar que as restrições seguem até o feriado de Páscoa, a associação disse que a medida pode ser renovada. “As barreiras acontecem em vários pontos das cidades e devem permanecer como seguem”.

Pontos

BR 277 – Em frente ao SAU da Ecovia entre os quilômetros 11 e 12

PR 408 – Rodovia Miguel Bufara – Bairro Passa Sete – Morretes

PR 410 – Estrada da Graciosa – Divisa Morretes/Quatro Barras

PR 405 – Divisa Guaraqueçaba/Antonina – Bairro Potinga

PR 408 – Entrada de Antonina – quilômetro 05

Divisa Pontal do Paraná/Matinhos – Balneário Monções

Divisa Guaraqueçaba/Matinhos – Prainha

PR 508 – Altura da Rodoviária Municipal de Matinhos

PR 407 – Balneário Guaraguaçu – Polícia Rodoviária Pontal do Paraná – quilômetro 16

PR 412 – Polícia Rodoviária Guaratuba – Rodovia Máximo Jamur – quilômetro 26

PR 412 – Em frente à Escola Municipal Iraci Miranda Kruger – Prainha – quilômetro 39

Informações Banda B