Caminho do Itupava reabre para visitação neste sábado

O Instituto Água e Terra (IAT) reabre neste sábado (16) o Caminho do Itupava. A trilha, que faz parte do Parque Estadual Serra da Baitaca, não pôde ser liberada para visitação na semana passada, junto com outros atrativos Região Metropolitana de Curitiba, por conta das intensas chuvas que causaram queda de árvores no local. O espaço foi vistoriado, recebeu manutenção e já pode ser visitado.

A Portaria do IAT nº 06/2021 permitiu a reabertura dos Parques Estaduais Serra da Baitaca, Pico Paraná e Pico do Marumbi a partir do último dia 9. Além da redução da capacidade, é obrigatório cadastro, entrar pelas portarias oficiais, usar máscara e álcool em gel.

O horário de funcionamento das portarias é das 8h da às 17h. Para atividades fora desse horário, é preciso ligar e verificar a disponibilidade de entrada.

São permitidas somente atividades individuais, como caminhada, corrida e exercícios. Para evitar aglomerações, estão proibidos acampamentos, práticas esportivas coletivas e eventos dentro das Unidades de Conservação do Estado.

As três Unidades de Conservação fecham apenas às terças-feiras para manutenção.

A capacidade de visitação também foi reduzida em 50%. A orientação é ligar antes para certificar-se da capacidade ou até mesmo agendar a presença.

BAITACA – O visitante deve entrar pelo trailer, a base do IAT. O Parque abriga o Caminho do Itupava, com capacidade de 314 pessoas por dia para visitação; o Anhangava, com capacidade de 166 pessoas por dia; e o Pão de Loth, também com capacidade para 166 pessoas por dia.

PICO PARANÁ – Não é permitido mais de 200 pessoas simultaneamente nas trilhas e o visitante só pode entrar conforme disponibilidade de vagas. Entrada deve ser feita pelo trailer,  base do IAT.

MARUMBI – O parque abriga três atrativos: Pico Marumbi, Salto dos Macacos e Morro do Canal. A capacidade de visitação é de 100 pessoas por dia para cada atrativo. O visitante deve entrar pelas bases do IAT (Base Prainhas ou Base Marumbi). Para o acesso às trilhas do Morro do Canal, o acesso deve ser feito pela propriedade particular Morro do Canal.

Aos sábados, domingos e feriados, uma vez que seja feito o cadastro e a entrada esteja dentro da capacidade de carga definida para a trilha escolhida, o visitante deve receber uma pulseira de identificação. A pulseira deve ser colocada em local visível e ser carregada durante todo o tempo no interior da Unidade de Conservação.

INFRAÇÃO – Quem não seguir as determinações impostas pelo órgão ambiental poderá sofrer sanções administrativas previstas no Decreto Federal nº 6.514/08.

CARTILHA – Para orientar os visitantes, o IAT produziu um informativo com especificidades a cada Unidade.

Confira  AQUI 

Telefones das Unidades de Conservação:

– Parque Estadual Pico do Paraná: (41) 3213-3855

– Parque Estadual Serra da Baitaca: (41) 3213-3407, (41) 3213-3819 ou (41) 3554-1531

– Parque Estadual Pico do Marumbi: (41) 3432-0019.

Informações AEN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reunião alinha operação do ferry boat de Guaratuba durante o verão

Representantes do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) participaram nesta terça-feira (21) da primeira reunião para discutir medidas a serem tomadas na travessia da Baía de Guaratuba durante a operação verão deste ano.

O principal objetivo é reforçar a segurança dos usuários durante esse período de maior movimento na travessia, em que, devido ao grande número de turistas e viajantes no Litoral, o tempo de espera para cruzar a baía não pode ultrapassar os 22 minutos.

Pelo mesmo motivo, ficam proibidos veículos com mais de três eixos e/ou superiores a 14 metros de comprimento nas embarcações. Essa integração geral vai ajudar a embasar as operações de fiscalização e controle a partir de dezembro.

Participaram da reunião a equipe de fiscalização do DER/PR, representantes da Prefeitura de Guaratuba, do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da Polícia Militar do Paraná e da concessionária que opera a travessia.

Outras reuniões serão agendadas futuramente, para continuar a discussão sobre melhorias no serviço ao longo desses meses de maior procura.

Ação da Comec empresta bicicletas para passageiros do transporte coletivo

Para celebrar o Dia Mundial Sem Carro, comemorado todo início da primavera, em 22 de setembro, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) iniciou, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, uma ação para incentivar o uso de meios alternativos de transporte. Em parceria com a Viação Santo Ângelo, empresa operadora de ônibus, foi lançado nesta quarta-feira (22) o projeto Última Milha, que disponibiliza bicicletas para que os usuários do transporte coletivo utilizem até o seu destino final.

A ação acontece de forma experimental no Terminal Guaraituba, em Colombo, e busca incentivar o uso da bicicleta nos quilômetros finais que não são atendidos pelo transporte coletivo. Neste primeiro momento, a Viação Santo Ângelo disponibilizará sete bicicletas, que poderão ser emprestadas sem custo pelos passageiros por um período de 18 horas. Para retirar a bicicleta, será necessário preencher um pequeno cadastro na bilheteria do terminal.

Para o presidente da Comec, Gilson Santos, a ideia é mostrar que a bicicleta pode funcionar como um modal complementar ao ônibus. “O ônibus e a bicicleta são complementares, e queremos que os usuários percebam essa possibilidade e adotem esta prática que é mais sustentável, saudável e barata”, afirmou. “Em alguns municípios, como Campo Largo, esta prática é bastante utilizada pela população. O usuário vai de bicicleta até o terminal e de lá entra no ônibus até Curitiba ou para se deslocar na cidade”.

Para o diretor-geral da Viação Santo Ângelo, Edilson Miranda, a ação poderá ser ampliada para os demais terminais da Região Metropolitana. “Realmente esperamos contar com a população para que esta ação dê certo e possa ser replicada em outros locais”, salientou. “Será muito bacana ver a população utilizando as bicicletas e, quem sabe, até mudando alguns hábitos”, destacou.

CAMPANHA – Uma campanha promovida pela Comec desde o início do mês tem o objetivo de incentivar o uso da bicicleta de forma integrada ao Transporte Coletivo. Ela está disponível nas redes sociais, no site da autarquia e em pontos de mobiliários urbanos digitais espalhados por Curitiba.

Comec em parceria com empresa viação santo angelo lançou o projeto ultima milha. Foto: Ari Dias/AEN

Segundo o presidente da Comec, mesmo que o trajeto seja longo, o veículo de duas rodas continua sendo uma alternativa viável para chegar até o terminal ou ponto de ônibus. “Na Região Metropolitana, muitas vezes trabalhamos com grandes distâncias, o que pode inviabilizar o uso da bicicleta, trazendo uma nova alternativa e também facilidade para os usuários”, explicou Santos.