Cágado de espécie em extinção faz ninho no Parque Barigui

O Parque Barigui recebeu na tarde desta sexta-feira (1/5) uma visita inusitada – e rara. Um cágado fêmea, de uma espécie em extinção no estado, escolheu a área das quadras de vôlei para fazer seu ninho e depositar seus ovos. A Guarda Municipal isolou o local para proteger os ovos e acionou o Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), que vai monitorar o ninho.


O prefeito Rafael Greca comemorou a nova visitante. Ele lembrou que o Barigui é famoso por outro morador, o jacaré dono de estátua em uma das entradas do parque e o local agora agora recebe de braços abertos a mãe que deixou seus ovos para se desenvolverem. E pediu o apoio da população: 

“Não deve ocorrer visitação do público ao local. Precisamos que não haja interferências no processo natural de desenvolvimento dos ovos. Deixem em paz os animais, que façam seus ninhos nas nossas areias. Toda vida é sagrada”, disse.

O prefeito reforçou,que, além do cuidado com os ovos da cágado fêmea, há ainda a contraindicação de circular em aglomerações no parque devido à pandemia da covid-19, outro motivo importante para evitar passeios ao local.

Animal em extinção

A principio, os guardas acharam se tratar de uma tartaruga, mas uma primeira análise feita pela equipe da SMMA apontou se tratar de um um parente próximo, o cágado. Ambos são da ordem dos quelônios, mas os cágados vivem apenas em água doce e têm a carapaça mais achatada. 
“Provavelmente seja um cágado rajado, da espécie Phrynops williamsi, animal raro, de difícil encontro”, diz o diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da SMMA, Edson Evaristo, que avaliou as imagens do animal. 
Também chamado de cágado-de-ferradura, é uma das quatro espécies de quelônios de água doce nativos do Paraná, considerado ameaçado de extinção no estado em função dos impactos de intervenções hídricas. Pode ser encontrado em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Argentina, no Paraguai e no Uruguai.

Chamou a atenção o local e o período do ano escolhido pela fêmea para depositar seus ovos. Evaristo explica que, em geral, esta espécie faz a postura  entre outubro e novembro, não no outono; e a região do Parque Barigui não é a área de habitat do cágado rajado, que prefere grandes rios, como os da bacia do Rio Iguaçu. “São questões que merecem estudos pelos pesquisadores. Vamos monitorar o local do ninho até a eclosão dos ovos, em um período entre 150 e 200 dias, e verificar se há outros animais da espécie pelo parque”, fala. 
Além do monitoramento do ninho, a equipe vai coletar parte dos ovos para incubação artificial.

Poucos registros

Em Curitiba, até 2018, não havia registros dessa espécie de cágado no município, até que um animal foi avistado no Parque Barigui e o registro foi feito na página Biodiversidade de Curitiba.
O cágado-rajado ainda é pouco estudado e as informações regionais são escassas. Por esse motivo, esse episódio deverá contribuir para a ampliação do conhecimento sobre a espécie.

Trufas frescas estrelam festival no Marcondes Cozinha Autoral

Ingredientes de alto padrão costumam ser ponto de destaque em restaurantes de alta gastronomia. Insumos raros, preparados com excelência de forma criativa são celebrados nas maiores cozinhas do mundo. E um dos itens mais celebrados, a trufa, estrela um festival completo no Marcondes Cozinha Autoral. Ao invés de usar pastas e cremes de trufa, mais comuns de encontrar, a casa tem um menu completo que leva trufas frescas vindas direto da Itália. O menu sai a R$ 159 por pessoa e começa a ser servido a partir desse sábado (05/11), por tempo limitado.

Iniciando a sequência, o couvert tem Pão feito no vapor com manteiga trufada, e a entrada conta com Bocado de pasta e sálvia, umamassa grano duro com molho cremoso de sálvia. Como prato principal, o cliente pode escolher entre quatro opções. Uma delas é o Mignon ao molho de mostarda apresentado com risoto milanês e finalizado com trufas frescas. Já o Entrecot tem nhoque ao molho de vinho Barolo e finalizado com as trufas.

Uma terceira pedida é o Fettuccine artesanal ao molho pesto e espuma de parmesão, que leva as trufas frescas na finalização. Já a quarta escolha apresenta uma Polenta cremosa com ragu de ossobuco, finalizados com as trufas frescas. Na sobremesa, a sequência leva Zabaglione com sorvete de café.

As trufas frescas têm procedência garantida pela ÉlEat Tartufi, uma das fornecedoras de destaque na região de Piemonte, no norte italiano. As trufas, de aroma marcante, são raras, crescendo na comuna de Alba. São colhidas à noite para garantir o frescor característico. O Festival de Trufas Frescas do Marcondes Cozinha Autoral acontece por tempo limitado. O menu com couvert, entrada, prato principal e sobremesa sai a R$ 159,90 por pessoa. A casa abre de segunda a sábado para jantar, às 18h30, e para almoço de sábado, das 11h30 às 15h30. O Marcondes funciona na R. Recife, 220 – Cabral. Mais informações no perfil oficial do restaurante no Instagram (@marcondesrestaurante). Reservas por WhatsApp (41) 3205-4982.

Happy Hour no ST 444 Batel: de terça a domingo, restaurante italiano-mediterrâneo oferece opções exclusivas de porções

O St 444 Batel, empreendimento gastronômico que atua no segmento italiano-mediterrâneo, está lançando um menu de porções exclusivas para o Happy Hour, que acontece de terça a domingo, das 16h às 20h, para preencher as noites curitibanas com muito sabor.

O novo cardápio com porções exclusivas para o horário de Happy Hour mantém os ingredientes característicos da gastronomia mediterrânea mas com um toque de refinado sem perder a facilidade que as porções precisam no momento do consumo.

As opções formam um menu completamente irresistível. Para os apaixonados por crocância, o restaurante oferece frutos do mar – mais especificamente a lula, camarão e iscas de peixe – empanados na farinha panko acompanhados de molho especial da casa, além da versão do requintado polvo à grega, regado a azeite de oliva e condimentado com sal grosso, páprica picante e acompanhado de pequenas fatias de pão.

Para os fãs dos clássicos, uma boa pedida pode ser as batatas rústicas que vêm acompanhadas com molho de páprica picante. Aos que preferem a maciez e suculência marcante das carnes bovinas, têm a opção de degustar a fraldinha na mostarda e/ou o entrecôte – também conhecido como bife ancho –, este último acrescido de farofa crocante e chimichurri. No horário de Happy Hour, os pratos presentes no menu comum não estarão disponíveis.

Para acrescentar uma dose de personalidade brasileira à refeição, o chopp Pilsen de 300ml chega – bem gelado – à mesa por apenas R$10; os valores variam de R$29 a R$49 por porção.

SERVIÇO

Happy Hour no ST 444 Batel

Onde: Alameda Presidente Taunay, 444 – Curitiba – PR

Quando: de terça a domingo, das 16h às 20h

Como: (41) 3044-0444

Instagram: @st444batel

Fotos: Rafael Ribeiro.