Brasil alcança 10% de vacinados com a 1ª dose 79 dias após início da aplicação

A quantidade de pessoas vacinadas contra a covid-19 com ao menos a primeira dose no Brasil chegou a 21.445.683 nesta quarta-feira (7) segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. O número representa 10,13% do total da população brasileira. A porcentagem foi alcançada 79 dias após o início da campanha de vacinação nos Estados, no dia 18 de janeiro. A data marcou o começo da distribuição das doses para as capitais, ainda que nem todas tenham começado a aplicá-las no mesmo dia. Nas últimas 24 horas, 617.285 pessoas receberam a primeira dose.

Entre os 21,4 milhões, 6.065.854 pessoas receberam a segunda dose, o que representa 2,86% da população com a imunização completa. Nas últimas 24 horas, 184.462 pessoas receberam essa dose de reforço. Somadas as primeiras e segundas doses, o Brasil aplicou no último dia 801.747 doses, segundo dados fornecidos por 23 Estados.

Em termos proporcionais, o Mato Grosso do Sul é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 13,45% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada no Mato Grosso, onde 6,31% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (5,2 milhões), seguido por Minas (2 milhões) e Bahia (1,85 milhão).

A Câmara dos Deputados concluiu nesta quarta-feira (7) a votação do projeto que permite a aquisição privada de vacinas sem a necessidade do aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O texto-base já havia sido aprovado na noite desta terça-feira (6) e agora a proposta deverá seguir para análise do Senado. Foram 317 votos a favor e 120 contra.

Nenhuma das quatro fabricantes de vacinas contra a covid-19 aprovadas no Brasil planeja negociar a venda do produto para o setor privado. Em notas enviadas ao Estadão nesta quarta-feira (7) as farmacêuticas Pfizer, Janssen, AstraZeneca e o Instituto Butantan destacaram que têm contratos com o governo federal e priorizam o fornecimento de imunizantes contra o novo coronavírus para o setor público.

Veja os dados de vacinação por Estado

UF

Número de vacinados com a primeira dose

Proporção de vacinados com a primeira dose em relação ao total da população local

TOTAL 21.445.683 10,13%

MS 377.795 13,45%

BA 1.851.842 12,40%

RS 1.398.753 12,25%

PB 458.025 11,34%

SP 5.211.062 11,26%

CE 1.012.097 11,02%

PR 1.231.735 10,70%

AM 449.622 10,69%

DF 317.777 10,40%

ES 417.551 10,27%

PE 977.207 10,16%

RN 358.344 10,14%

SC 705.716 9,73%

MG 2.033.734 9,55%

PI 310.719 9,47%

SE 218.786 9,44%

AL 314.837 9,39%

RJ 1.416.278 8,16%

PA 704.390 8,11%

GO 565.676 7,95%

RR 47.185 7,48%

TO 114.177 7,18%

RO 125.631 6,99%

MA 486.732 6,84%

AC 60.870 6,81%

AP 56.647 6,57%

MT 222.495 6,31%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Butantan recebe insumos da China para a produção de 5 milhões de vacinas

Chegaram ao País nesta segunda-feira (19), às 6h, os insumos importados da China pelo Instituto Butantan e necessários para a produção da Coronavac, vacina contra a covid-19. O novo lote que desembarca, com 3 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA), será suficiente para a produção dos 5 milhões de vacinas restantes para conclusão do primeiro contrato de fornecimento dos imunizantes ao Ministério da Saúde, no total de 46 milhões de doses.

Segundo afirmou o diretor do Butantan, Dimas Covas, no último dia 15, a entrega das últimas doses para o governo federal está prevista para o dia 3 de maio, além do prazo inicialmente previsto para 30 deste mês, após atrasos na remessa da China, originalmente prevista para ter chegado entre os dias 6 e 8.

Nesta segunda, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), participa, da sede do instituto, da liberação de um novo lote de doses de vacinas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Curitiba vacinou 272.011 pessoas contra a covid-19

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba imunizou, até sábado (17), 272.011 pessoas com a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Até esta data foram vacinados: 203.465 idosos, 60.692 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação), 5.930 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência, 1.851 trabalhadores das forças de segurança e 73 indígenas.

Na sexta (16) e no sábado (17), a secretaria registrou recorde de vacinação. Nos dois dias foram aplicadas 32.123 doses, sendo 16.846 no sábado.

Segunda dose

Nesta segunda-feira (19) continua a vacinação com segunda dose da CoronaVac para idosos que já receberam a primeira aplicação há mais de 21 dias.

Em Curitiba, 109.464 pessoas receberam a segunda dose da vacina até sábado (17). A vacinação com a segunda dose está sendo feita nas instituições de longa permanência, em profissionais de saúde e idosos.

Vacinas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 530.040 doses de vacinas, sendo 312.350 para primeira dose e 217.690 para segunda dose. Nesse montante já está contabilizado os 5% de reserva técnica.