Bate-volta: 5 lugares a menos de três horas de Curitiba para conhecer no feriado

Depois do final de semana, na segunda-feira (12) é feriado e, para aproveitar bem esses dias de folga nada melhor do que conhecer pontos turísticos do nosso estado. Por isso, separamos algumas opções de passeio que ficam aqui pertinho de Curitiba, ideias para fazer aquele bate-volta. Confira:

Parque Estadual Vila Velha: O parque é uma das principais atrações do nosso estado. Localizado em Ponta Grossa, a cerca de 100 km da capital (aproximadamente 1h30 de carro).

O Vila Velha conta com uma boa estrutura e oferece passeios pelas trilhas, que levam até as três furnas e, também o passeio pelos arenitos, que são formações rochosas. As duas opções de trilha são ótimas, e você também pode fazer os dois caminhos, pois há um transporte interno que permite conhecer todo o parque em um único dia.

Cachoeira da Mariquinha e Buraco do Padre: A Cachoeira da Mariquinha fica localizada a cerca de 30 km de Ponta Grossa. Com uma cascata de 30 metros e, sendo uma unidade de preservação, a Cachoeira da Mariquinha é o destino ideal para quem curte contato com a natureza. O local tem a formação de um pequeno balneário com areia em volta da cachoeira. O acesso se dá após percorrer uma pequena trilha, sem dificuldade de acesso. Já o Buraco do Padre, que apresenta em seu interior uma cascata. O acesso até a furna se dá após uma trilha de cerca de 1 km a pé.

Foto: AEN PR

Colônia Witmarsum: A colônia é o lugar ideal para conhecer um pouco mais da cultura alemã presente em nosso estado. A Colônia Witmarsum está apenas a 60 km da capital, no município de Palmeira.  

Na região também tem o Museu de História Witmarsum, ideal para conhecer as histórias da colônia. E para as crianças, é possível conhecer o Witmarzoo, uma mini fazenda. 

Foto: Divulgação

Parque Histórico de Carambeí: É um local ao ar livre, que recria uma vila histórica no estilo holandês, a vila de Zaanse Schans (que existe na Holanda). O parque busca preservar a memória dos primeiros colonizadores da região dos Campos Gerais. O trajeto até o parque leva 2h20, pela BR-376. 

Foto: AEN PR

Lapa: A cidade da Lapa, localizada a 70 km de Curitiba é o destino ideal para quem gosta de cultura e história. 

É uma das cidades mais antigas do estado, fundada em 1769

Na cidade você poderá conferir o Monumento Tropeiro, caminhar pelo Centro Histórico da cidade e conhecer o Teatro São João, o terceiro mais antigo do Brasil.  

Outros pontos que podem ser visitados são a Casa Lacerda, Museu Histórico da Lapa, Museu das Armas, Casa Vermelha e a Casa da Memória. Além disso, a cultura gastronômica da cidade é muito boa, com muitos pratos tradicionais.

Foto: Paraná Turismo

E, claro, sempre lembrando que ainda estamos passando pela pandemia do novo coronavírus, então todo cuidado se faz necessário. Por isso, use máscara e faça higienização correta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com 49 mil contratações, Agências do Trabalhador do Paraná lideram ranking nacional no 1º semestre

melhor resultado do emprego para o primeiro semestre desde 2011 foi alcançado com ajuda das Agências do Trabalhador. De acordo com o relatório nacional de desempenho da intermediação de mão de obra da Rede SINE, divulgado pelo Ministério do Trabalho, as unidades do Paraná, vinculadas ao Governo do Estado, lideraram o ranking nacional na categoria trabalhadores efetivamente contratados, com 49.114 novos empregos.

O Estado ficou à frente de Ceará (20.739), São Paulo (13.535) e Mato Grosso do Sul (10.223), com mais do que o dobro dos encaixes efetivos do que o segundo colocado. Os melhores meses foram abril (10.317), março (9.583), maio (8.878) e junho (8.214).

O resultado indica que as Agências do Trabalhador foram responsáveis por 6,5% das 752.694 admissões do primeiro semestre no Paraná e quase 30% das colocações de todo o País (o relatório leva em consideração sistemas estaduais e municipais de encaminhamento para o mercado de trabalho).

“Vemos pelas movimentações nas Agências do Trabalhador de todo o Estado que o clima é de otimismo com a retomada da economia e o avanço da vacinação contra a Covid-19. Há muitas vagas abertas, o que indica crescimento do emprego e mais segurança nos investimentos”, disse o secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

O sistema do Paraná, que conta com 216 agências, também foi o que mais encaminhou candidatos a vagas durante os seis primeiros meses do ano. Neste primeiro semestre foram 202.754 pessoas apresentadas às vagas de emprego. Esse indicador mede as pessoas que efetivamente tiveram uma conversa com um potencial empregador.

Agências do Trabalhador do Paraná lideram ranking nacional na oferta, encaminhamento e colocação de profissionais no mercado de trabalho. Foto: Ari Dias/AEN

O Paraná ficou à frente de São Paulo (146.214), Minas Gerais (118.898) e Ceará (63.975). No Sul, bateu Rio Grande do Sul (74.537) e Santa Catarina (48.949). O Estado também representou 15% do total nacional (1.350.384). Os melhores meses foram janeiro (37.246), fevereiro (36.943) e maio (35.605).

Suelen Glinski, chefe do Departamento do Trabalho e Geração de Renda da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, destaca o treinamento e a capacitação contínua do pessoal que recebe os trabalhadores nas agências e postos avançados como um dos fatores. Ela também elencou programas como Emprega Mais Paraná e a criação de postos avançados de atendimento em municípios menores como plataformas que darão continuidade a esse bom momento.

“O Paraná tem um trabalho consolidado na intermediação de empregos e assistimos uma recuperação contínua em 2021, mesmo com as dificuldades da segunda onda da pandemia no começo do ano. Conseguimos manter a agilidade com o atendimento virtual e a confiança do setor produtivo, que aposta nas Agências do Trabalhador para buscar novos funcionários”, disse.

EMPREGO NO SEMESTRE 

O Paraná foi o quarto estado brasileiro que mais gerou empregos no primeiro semestre de 2021, com um saldo de 118.316 vagas abertas entre janeiro e junho. É o melhor desempenho do Estado para o período desde 2011, e também a primeira vez que o saldo nos primeiros seis meses do ano ultrapassa a marca de 100 mil vagas formais.

O saldo do semestre se refere à diferença entre as 752.694 admissões e 634.378 desligamentos no período. Já no mês passado, 117.295 pessoas foram contratadas do Paraná, enquanto 101.437 foram demitidas, com saldo de 15.858 postos de trabalho. No acumulado dos últimos 12 meses, o saldo de empregos formais no Estado é de 219.370 vagas.

Confira o relatório completo AQUI.

Foz do Iguaçu deve liberar grandes eventos a partir de outubro

A prefeitura de Foz do Iguaçu antecipou o calendário de retomada de eventos na, motivada, principalmente, pelo avanço da vacinação contra a covid-19 e pela Campanha Vem para Foz, da Itaipu Binacional. Quase 80% da população adulta já recebeu a primeira dose dos imunizantes. A partir de agosto, estão liberados eventos corporativos com até 1.000 pessoas e eventos sociais com até 250 convidados.

O decreto que modifica o quantitativo do calendário de retomada dos eventos, divulgado no início de julho, foi publicado no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (30). A decisão da prefeitura toma por base o percentual de pessoas já vacinadas, além da expectativa do recebimento de mais um lote extra de vacinas, já anunciado pelo Ministério da Saúde, e o entendimento de que os eventos são catalisadores do turismo e da economia do município.

“Toda essa flexibilização está sendo possível graças à adesão da população à vacinação e a união do empresariado. É um esforço coletivo da sociedade e todos estão fazendo sua parte para a retomada”, disse o prefeito Chico Brasileiro (PSD).

“O turismo de eventos e negócios é um dos mais importantes do setor e movimenta toda a economia. Traz prosperidade para toda a população diretamente ou indiretamente”, afirma o secretário municipal de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli.

Em setembro, serão liberados os eventos corporativos com até 1.500 participantes e sociais com até 500 pessoas – nestes casos ficando proibidos bailes e pistas de dança. Também serão permitidos jantares de formatura com até 1.500 pessoas.

A partir de 15 de outubro, com a expectativa de que 70% da população adulta esteja vacinada com as duas doses e conforme o cenário epidemiológico, serão liberados todos os eventos corporativos, independente do número de pessoas, desde que seja respeitada a capacidade máxima de 70% dos espaços.

Também serão permitidos eventos sociais com pista de dança e baile, independente do número de convidados, desde que  respeitada a capacidade de 70% dos espaços.

Horário das atividades

Outra mudança oficializada por meio de decreto e também possibilitada devido ao avanço da vacinação e da redução do número de casos e internamentos por covid foi a ampliação dos horários das atividades gastronômicas até 1h. Também foi revogado o toque de recolher no município.

A prefeitura vai reforçar as fiscalizações de trânsito nos finais de semana, especialmente à noite e de madrugada, em relação ao uso excessivo de álcool, para evitar o aumento do número de acidentes de trânsito e garantir maior segurança à população.