Balanço da Saúde mostra que Estado chega à marca de 113 mil pessoas vacinadas

O Paraná vacinou, até esta quinta-feira (28), 113.829 pessoas contra a Covid-19. Os dados de vacinação dos 399 municípios foram atualizados às 9h pela Secretaria de Estado da Saúde e representam 52% das 219.271 doses de imunizantes enviadas às 22 Regionais de Saúde do Estado. Estão sendo imunizados, neste primeiro momento, os profissionais de saúde, funcionários e internos das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), indígenas e pessoas com deficiência severa.

Das doses já disponibilizadas aos municípios, 132.771 são da CoronaVac/Instituto Butantan – metade do primeiro lote enviado pelo Ministério da Saúde – e 86.500 são da vacina desenvolvida pela Oxford/AstraZeneca/Fiocruz. O Paraná também recebeu um terceiro lote com 39.600 doses da CoronaVac, que ainda serão distribuídas às regionais para completar a vacinação dos primeiros grupos prioritários.

De acordo com o levantamento da secretaria, reunido junto às regionais e seus respectivos municípios, foram vacinados até o momento 98.400 trabalhadores da saúde, 8.859 residentes das ILPIs e pessoas com deficiência e 6.570 indígenas. Foram aplicadas 13.856 a mais que o divulgado na quarta-feira (27).

Nos próximos dias, esse levantamento será disponibilizado no sistema integrado do Ministério da Saúde, que ainda está indisponível, dentro do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI). O DataSUS, sistema macro no qual está o SI-PNI, desenvolveu um módulo especial para receber os dados de todos os estados e que contempla informações como registro de vacinados, público-alvo, origem e lote de vacinas.

REGIONAIS – A 2a Regional de Saúde (Curitiba e Região Metropolitana), que concentra o maior número de pessoas contempladas nesta fase, foi também a que mais vacinou até o momento, com 19.751 doses aplicadas, 29% das que recebeu. Destas, 16.224 foram em profissionais da saúde, 3.408 em pessoas com deficiência e em ILPI e 119 em indígenas.

Na sequência, vem a 15a Regional (Maringá), com 10.054 doses (62,7%), sendo 9.553 em trabalhadores da saúde e 501 em pessoas com deficiência e das instituições de longa permanência. Em seguida, a regional que mais vacinou em números absolutos foi a 17a Regional (Londrina), com 9.896 no total (43,2%), com 8.118 funcionários da saúde, 972 indígenas e 806 pessoas com deficiência e das ILPIs.

Proporcionalmente, as regionais que mais vacinaram foram a 21a (Telêmaco Borba), com 85,3% das doses aplicadas, e 11a (Campo Mourão), com 85% do total. Na 21a Regional, foram aplicadas 2.355 das 2.706 doses enviadas, das quais 1.940 em trabalhadores da saúde, 334 em indígenas e 81 em idosos e pessoas com deficiência institucionalizados. Já a 11a Regional aplicou 4.940 das 5.810 vacinas que recebeu, divididas em 4.646 profissionais da saúde e 294 pessoas com deficiência e residentes de ILPIs.

Confira o balanço de aplicação por Regional de Saúde

1ª RS – Paranaguá – 1.509 (38% das 3.970 doses recebidas)

2ª RS – Metropolitana – 19.751 (29% das 67.901 doses)

3ª RS – Ponta Grossa – 5.797 (57,4% das 10.090 doses)

4ª RS – Irati – 1.979 (81,1% das 2.440 doses)

5ª RS – Guarapuava – 6.480 (75% das 8.530 doses)

6ª RS – União da Vitória – 2.100 (83% das 2.530 doses)

7ª RS – Pato Branco – 4.438 (67,9% das 6.530 doses)

8ª RS – Francisco Beltrão – 3.525 (67,1% das 5.250 doses)

9ª RS – Foz do Iguaçu – 3.557 (41,5% das 8.570 doses)

10ª RS – Cascavel – 9.186 (64,5% das 14.240 doses)

11ª RS – Campo Mourão – 4.940 (85% das 5.810 doses)

12ª RS – Umuarama – 1.920 (37,2% das 5.160 doses)

13ª RS – Cianorte – 1.802 (78,6% das 2.290 doses)

14ª RS – Paranavaí – 3.593 (69,5% das 5.170 doses)

15ª RS – Maringá – 10.054 (62,7% das 16.030 doses)

16ª RS – Apucarana – 4.856 (72,4% das 6.700 doses)

17ª RS – Londrina – 9.896 (43,4% das 22.880 doses)

18ª RS – Cornélio Procópio – 3.908 (75,3% das 5.190 doses)

19ª RS – Jacarezinho – 4.484 (80,8% das 5.550 doses)

20ª RS – Toledo – 4.694 (58,6% das 8.000 doses)

21ª RS – Telêmaco Borba – 2.355 (85,3% das 2.760 doses)

22ª RS – Ivaiporã – 3.005 (81,6% das 3.680 doses)

TOTAL – 113.829 vacinados (52% das 219.271 doses).

Informações AEN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Piraquara terá novo terminal de ônibus; confira

Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, vai ganhar um novo e moderno terminal de ônibus. O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou nesta terça-feira (21), no Palácio Iguaçu, o início do processo de licitação para a construção da estrutura. O investimento estimado pelo Governo do Estado é de R$ 14 milhões, valor que pode ser reduzido conforme a concorrência dentro do processo de licitação. A obra é coordenada pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) e deve começar ainda neste ano.

O projeto executivo, também contratado pela Comec, já está pronto e custou R$ 162.779,37. “Piraquara é uma cidade que cresceu muito e já necessita de uma estrutura de transporte mais moderna e adequada para a população. Ao investir em transporte público, o Estado está agindo diretamente para melhorar a qualidade de vida da população de toda a Região Metropolitana de Curitiba, permitindo, por exemplo, uma integração maior entre os municípios”, destacou.

Projeto do novo terminal de Piraquara. Imagem: Comec

Ratinho Junior citou como exemplo prático dessa maior unificação entre cidades a nova linha de ônibus que será instalada na cidade, ligando diretamente Piraquara a São José dos Pinhais – atualmente quem precisa percorrer o trajeto tem de fazer a conexão em Pinhais. “O Estado é parceiro de Piraquara em grandes projetos, um terminal à altura da cidade”, disse.

A nova edificação terá 2.467,35 metros quadrados de área construída e será instalada em um terreno do Governo do Estado com área total de 18.326,54 metros quadrados, no bairro Jardim Esmeralda, no cruzamento das avenidas São Roque e Brasília, próximo a um dos centros médicos de especialidades do município.

O antigo complexo, com área total de 1.857 metros quadrados, dos quais apenas 610 de área coberta, passará a funcionar como um ponto de apoio para linhas alimentadoras. De acordo com a mais recente estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Piraquara conta com 116.852 habitantes.

“O novo terminal será quatro vezes maior que o atual, que foi construído em 1996. Mas, além do tamanho, a localização será estratégica, mais próxima de Curitiba. As instalações também serão mais seguras e confortáveis, permitindo uma reorganização do atendimento em Piraquara, com possibilidade de novas linhas e conexões”, afirmou o presidente da Comec, Gilson Santos.

Segundo ele, atualmente oito linhas operadas pela Comec utilizam o equipamento rodoviário. “O tamanho do terminal e a distribuição das linhas passarão ser condizentes com o desenvolvimento e a necessidade do município”, disse.

ESTRUTURA  A estrutura do novo terminal será em aço, apoiada em pilares também metálicos e com telhas termoacústicas, que proporcionam maior conforto e menos custo de manutenção. O perímetro externo da cobertura terá um anteparo metálico com iluminação em LED embutida, deixando a estrutura mais moderna.

No seu interior, um conjunto de quatro lojas e duas lanchonetes trarão mais comodidade aos passageiros, assim como toda a estrutura de banheiros, incluindo banheiros específicos para pessoas com deficiência. Ele terá também piso tátil, perceptível por pessoas com deficiência visual. “Teremos, sem sombra de dúvidas, um transporte coletivo muito mais eficiente a partir deste terminal”, ressaltou o prefeito de Piraquara, Josimar Fróes.

Projeto do novo terminal de Piraquara. Imagem: Comec

Nos arredores será contratado todo um paisagismo com floreiras em alvenaria, plantas, árvores, incluindo área de recreação com bicicletário, duas quadras poliesportivas e playground. “Acessibilidade, área de lazer, comércio e ônibus novos, tudo funcionando em uma estrutura moderna. Isso mostra o respeito do Governo do Estado para com a população”, afirmou o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega.

OUTRO TERMINAL – A Região Metropolitana ganhará também outro terminal de ônibus. Em São José dos Pinhais, a nova estrutura, em fase final de elaboração do projeto, substituirá o atual terminal Afonso Pena. O equipamento será instalado em novo endereço, na Avenida Rui Barbosa, esquina com a Rua Anneliese Gellert Krigsner, no bairro Iná. Deverá ter cerca de 6.400 metros quadrados.

“É uma das maiores regiões da cidade e o atual terminal ficou pequeno, não atende a realidade atual de São José dos Pinhais”, disse o presidente da Comec.

Brasil tem 38,05% da população totalmente vacinada contra o coronavírus

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta segunda-feira, 20, a 142.115 868, o equivalente a 66,62% da população total. Nas últimas 24 horas, cerca de 492 mil pessoas receberam a primeira aplicação da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Entre os mais de 142 milhões de vacinados, 81,15 milhões estão com a imunização completa contra o coronavírus, o que representa 38,05% da população total. Nas últimas 24 horas, 872,4 mil pessoas receberam a segunda dose e 584 receberam um imunizante de aplicação única.

Outras 32,7 mil pessoas receberam a dose de reforço nesta segunda-feira, em cinco Estados. Ao todo, 333,4 mil brasileiros foram “revacinados”. Somando todos os imunizantes aplicados, o Brasil administrou 1,39 milhão de doses nas últimas 24 horas.

São Paulo tem 77,93% da população vacinada ao menos com uma dose contra o coronavírus, e 50,35% com o esquema vacinal completo (duas doses ou aplicação única). Os cinco Estados com a maior proporção de totalmente imunizados são: Mato Grosso do Sul (52,39%), São Paulo, Rio Grande do Sul (43,89%), Espírito Santo (40,36%) e Paraná (38,95%).