Agência do Trabalhador de Curitiba promove ação de inclusão da pessoa com deficiência

A Agência do Trabalhador de Curitiba promove na próxima semana uma ação para inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. Entre os dias 21 e 27 será disponibilizado um site exclusivo (www.diadonline.pr.gov.br) para cadastro de currículos e laudos médicos para oportunidades de emprego. Até o momento, são ofertadas 515 vagas e 34 empresas confirmaram a participação. Os setores com maior número de vagas disponíveis são os de Serviços, Comércio, Construção Civil e Indústria.

Nas demais Agências do Trabalhador do Paraná a ação acontecerá no Dia D, em 21 de setembro, apenas de forma presencial, e contará com participação de empresas dos municípios (regiões) para incentivar a inclusão social e profissional de trabalhadores com deficiência e reabilitados do INSS ao mercado. A realização é do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda e do Departamento da Política para Pessoa com Deficiência da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho.

Devido à pandemia, os interessados devem agendar um horário para atendimento a partir do dia 18 pelo site http://justiça.pr.gov.br/trabalho.

As empresas devem atender ao artigo 93 da Lei nº 8.213/91, que determina que os empregadores com 100 ou mais funcionários precisam preencher de 2% a 5% dos seus cargos com beneficiários reabilitados ou pessoas com deficiência, em um índice que varia de acordo com a quantidade total de empregados.

Informações AEN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Professora da RMC reúne voluntários e oferta aulas online gratuitas de preparação para o vestibular

Os altos índices de desistência nas escolas foi um dos fatores que motivou a criação do projeto voluntário

Em meio ao caos que vive a educação durante a pandemia, a professora e pedagoga, Thays Letícia Lemes Hoffmann , de 26 anos, teve uma ideia para ajudar alunos de baixa renda que vão prestar vestibular. Ela criou um grupo que reúne professores voluntários para ofertar aulas online e completamente gratuitas.

Thays, que é moradora de São José dos Pinhais e leciona há quatro anos, decidiu desenvolver o projeto voluntário após se dar conta dos altos índices de desistência nas escolas. “Estamos em um momento atípico na educação, com grande índice de desistência, principalmente de alunos de escolas públicas. Eles estão desmotivados e não estão tendo um suporte dos professores. A minha ideia foi montar esse grupo para os professores darem esse auxílio”, explicou ela.

Há aulas todos os dias através de uma plataforma online. Os alunos interessados devem preencher um formulário para fornecer informações como suas principais dificuldades, cursos de interesse no vestibular, entre outras.

Além do caos na educação, o preço dos cursinhos pré-vestibular foi outra motivação para a criação do projeto. “Quando eu saí do ensino médio, eu queria fazer um cursinho pré-vestibular, mas não estava no meu alcance, era caro. E eu queria levar essa qualidade de ensino para muitos outros alunos de forma gratuita”, afirmou Thays que revelou ter sido grande a procura pelas aulas do grupo após uma publicação no Facebook.

Pelo o que depender da professora da Região Metropolitana de Curitiba, a iniciativa deve ter vida longa e não ser apenas algo pontual em um momento de dificuldades no setor. Os professores e alunos interessados em participar do projeto podem entrar em contato pelo telefone 41 99743-7498 e acessar o perfil no Instagram “Mentores Voluntários” clicando aqui.

Informações Banda B.

Vendedor de espetinhos é atropelado e morto na garagem de casa por carro desgovernado

Logo após o atropelamento, dois rapazes saíram a pé, sem prestar socorro ao trabalhador

O vendedor de espetinhos Clóvis Lopes, 49 anos, foi atropelado em frente a casa dele por um carro desgovernado no bairro Tatuquara, em Curitiba. O Fiat Palio arrastou o trabalhador para dentro da garagem e ainda destruiu parte da parede da sala de estar. Socorrisas tentaram reanimá-lo por cerca de 40 minutos, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu. Os ocupantes do Fiat Palio fugiram.

A atropelamento aconteceu em frente a casa do trabalhador, na rua Ernesto Germano Francisco Hanemann, por volta das 22 horas. Ele vendia espetinhos quando foi atingido pelo carro.

Uma ambulância do Corpo de Bombeiros esteve no local para os primeiros socorros, mas Clóvis não resistiu. Socorristas tentaram uma reanimação por cerca de 40 minutos.

O tenente Rocha do Batalhão de Polícia Militar (Bptran) disse que os dois ocupantes fugiram sem prestar socorro. “Infelizmente, não temos muitas informações, uma mulher que passava por aqui viu e avisou a família. Esse homem estava vendendo espetinhos em frente de casa quando esse acidente aconteceu. Segundo informações, dois rapazes saíram correndo logo após o atropelamento. Nem prestaram socorro, se evadiram”, contou o policial à Banda B.

O veículo Fiat Palio não possui alerta de furto e/ou roubo. Com o impacto da batida, a parede da sala de estar da residência foi destruída. Lá dentro, ninguém se feriu.

Informações Banda B.