Abrir empresa em Curitiba leva apenas 5 horas, revela levantamento do governo federal

Abrir empresa em Curitiba leva apenas 5 horas, revela levantamento do governo federal

Curitiba conseguiu reduzir ainda mais o tempo médio de abertura de empresas. Com menos burocracia e agilidade nos processos, uma empresa pode ser aberta em apenas cinco horas na capital. O tempo é 83% menor do que a média brasileira, de um dia e cinco horas (29 horas).

Os dados são do Mapa das Empresas, ferramenta do governo federal que monitora o tempo para abertura de novos negócios no País. O levantamento, referente a novembro de 2002, mostra que Curitiba ficou com o terceiro menor tempo entre as capitais, atrás apenas de Vitória (ES), com 4 horas, e Aracaju (SE), com 2 horas. Abrir uma empresa na capital também é 69% mais rápido que a média do Paraná, que em novembro estava em 16 horas.

O levantamento considera, no cálculo do tempo, o cumprimento da etapa da viabilidade – em que o município e a Junta Comercial confirmam a possibilidade de a empresa se estabelecer no endereço indicado e usar o nome empresarial escolhido – e da etapa do registro – em que a Junta Comercial fornece o contrato social e o número do CNPJ gerado pela Receita Federal.

Para empresas que exploram atividades de baixo risco e médio risco, que representam aproximadamente 90% das registradas, o cumprimento dessas duas etapas é suficiente para o início do funcionamento. A inscrição no município e a emissão do alvará, quando for o caso, ocorrem de forma automática.

Mais agilidade

Curitiba vem sistematicamente reduzindo o tempo médio de abertura de empresas nos últimos anos. Em novembro de 2019, por exemplo, uma empresa levava em média 3 dias e 9 horas (81 horas) para conseguir o seu registro. Desde então houve uma redução de 94%, até chegar até o tempo de 5 horas registrado em novembro.

“A burocracia para abertura de empresas sempre foi um entrave para o empreendedorismo brasileiro e uma das principais reclamações de quem queria abrir seu negócio. Essa redução expressiva mostra que estamos no caminho certo. O poder público precisa ser um indutor do empreendedorismo e é o que estamos fazendo, com sucesso, aqui na nossa Curitiba”, diz o prefeito Rafael Greca.

Ampliação do número de atividades enquadradas na lei de liberdade econômica e simplificação de processos, tornando eletrônicas etapas que antes demandavam a ida do empreendedor até a Prefeitura, são alguns dos fatores que contribuíram para o resultado.

Em 2022, a Prefeitura de Curitiba incluiu mais 61 atividades na chamada Lei da Liberdade Econômica, que dispensa licenciamento para atividades consideradas de baixo risco. Com isso, o número de atividades incluídas nesse parâmetro na cidade passou de 545 para 606.

Essas empresas ficam dispensadas de alvará de licença para localização, licença sanitária e licenciamento ambiental. Entre os incluídos na lista estão atividades de organizações associativas e sindicais, serviços de malote, academia de artes marciais e algumas atividades esportivas, organização de excursões, transporte de mudanças.

Abertura de Empresas

A lei de liberdade econômica (13.874/2019) é considerada um marco para desburocratizar a abertura de empresas de baixo risco, tornando o ambiente mais favorável à abertura de negócios. Os municípios têm autonomia para incluir atividades na regra.

Com menor burocracia, 4.522 empresas foram abertas em novembro na capital, de acordo com levantamento do Ministério da Economia, o que correspondeu por 24% das firmas que abriram as portas no Paraná no período. São projetos de investimentos nas mais diversas áreas, da indústria ao varejo, dos serviços à tecnologia de ponta e inovação.

Medidas adotadas em Curitiba para agilizar a abertura de empresas

    • Adesão do Município à Redesim
    • Automatização total das análises das consultas prévias de viabilidade (CPV)
    • Revisão de legislação e procedimentos
    • Adequação do cadastro da Secretaria Municipal de Finanças de forma a possibilitar a concessão da inscrição para fins tributários de forma desvinculada do alvará comercial
    • Integração dos vários sistemas utilizados e automatizações do tratamento das solicitações recebidas nos sistemas utilizados pela Prefeitura ao sistema da Redesim
    • Dispensa de licenciamento das atividades de baixo risco (Lei Federal 13.874/2019, Resoluções CGSIM nº 51/2019 e 57/2020)
    • Publicação de legislação própria com o decreto 1709/2019. Em março de 2022  foi publicado o Decreto 360/2022 aumentando de 545 para 606 atividades dispensadas de licenciamento em Curitiba
    • Tratamento da Resolução CGSIM nº 59, de 12 e agosto de 2020, que dispensa o MEI da obrigação de possuir o Alvará de Licença para Localização. Em dezembro de 2020 ocorreu a implantação do sistema que permitiu a dispensa e a inscrição municipal para fins tributários passou a ser gerada no momento do recebimento do arquivo enviado pela REDESIM.
    • Tratamento do Inova Simples criado pela Lei Complementar 167, de 24/04/2019 e regulamentado pela Resolução CGSIM 55, de 23/03/2020. Em maio de 2022 ocorreu a implantação do sistema para a criação da inscrição tributária no momento do recebimento do arquivo enviado pela Redesim.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Valentine’s Day: Encomenda de pratos para duas pessoas é tendência

Com uma pitada de romance no ar, o Dia de São Valentim ou Valentine’s Day tem ganhado destaque em Curitiba. Com o Dia dos Namorados no Brasil sendo celebrado só em junho, essa data típica norte-americana é uma oportunidade de fazer um programa romântico diferente. A boa pedida é escolher pratos para duas pessoas, valorizando a intimidade com alta gastronomia, em especial para quem vai fazer algo em casa.

A Ragú Rotisseria & Co. tem diversas pedidas para duas pessoas, com pratos congelados pré-prontos. O site (ragurotisseria.com.br) inclusive dá dicas para finalização, ideal para quem quer impressionar o parceiro ou parceira nesse dia com a alta gastronomia da marca em uma apresentação digna de restaurante.

As massas recheadas são apresentadas em porções de 400 gramas, o que serve um casal. Sabores bem diferenciados como o Agnolotti de Brie e Damasco, o Fagotini de Cordeiro ou ainda o Ravióli de Queijo da Canastra são ótimas escolhas. Massas de forno como a Lasagna de Ragú de Linguiça Blumenau e o Rondelli de Ricota e Espinafre (vendidos por quilo, a partir de 500 gramas a porção para dois) completam as escolhas. Molhos e cremes adicionais personalizam os pratos, em porções a partir de 250 gramas (certeira para as massas de 400 gramas), trazem sabores como Creme de Limão Siciliano e Ragú de Pato.

Já as carnes são servidas por quilo em variados formatos. Apresentações clássicas como Rosbife de Mignon ao molho poivre, roquefort e mostarda e o Canard Confit (pato confitado) dividem o menu com opções contemporâneas como a Costelinha suína glaceada em rapadura. Frutos do mar e peixes também contam com pedidas especiais como Moqueca de Camarão e Salmão em crosta de castanhas.

Para encerrar uma noite romântica, as sobremesas da Ragú contam com opções por quilo, como Tiramissu, Tart de maçã ou limão, além da tradicional Torta de noz pecan. Para aqueles que quiserem um menu único e exclusivo, a Ragú trabalha com encomendas personalizadas.

A Ragú Rotisseria & Co. conta com uma loja em Curitiba (R. Francisco Rocha, 533 – Batel) e uma pop-up store na praia de Caiobá, em Matinhos (R. Ipiranga, 192 – Praia Mansa), que funciona durante o verão. Mais informações no site ragurotisseria.com.br e ou no perfil oficial da marca no Instagram (@ragu.rotisseria).

Marcondes Cozinha Autoral tem menu exclusivo para Valentine’s Day

Um jantar romântico exclusivo à luz de velas é a pedida do Marcondes Cozinha Autoral para o Valentine’s Day. O Dia de São Valentim, em 14 de fevereiro (terça-feira), é o Dia dos Namorados nos Estados Unidos, e a data acabou sendo aproveitada também no Brasil pelos casais que buscam um programa especial. O restaurante preparou duas opções de menu que só estarão disponíveis nesse dia. O casal ainda ganha taças de espumante para brindar o amor. O menu para duas pessoas sai a R$ 359,90, com entrada, dois pratos principais e sobremesa.

A primeira opção do menu tem como entrada Arancini de carne de panela, seguido pelo primeiro prato principal: Lombo de eca curado em sal de beterraba com arroz de limão siciliano. O segundo principal apresenta Ravióli de pato com purê de abóbora e espuma de umami. A sobremesa dessa opção é Sorvete de licor fragelico.

Já a segunda opção começa com Tempurá de cogumelos e nirá. O primeiro prato principal é Arroz Caldoso de camarão e espumante, enquanto o segundo apresenta Stinco de porco moura com creme de aipim e caldo de carne clarificado com iogurte. Como sobremesa, esta escolha tem Pudim de wasabi e chocolate branco.

O Valentine’s Day do Marcondes Cozinha Autoral acontece nesta terça-feira (14/02). A casa abre às 18h30 e funciona na R. Recife, 220 – Cabral. Mais informações no perfil oficial do restaurante no Instagram (@marcondesrestaurante). Reservas por WhatsApp (41) 3205-4982.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com