6 coisas para fazer dentro do ônibus

Como todos já sabem, aquele momento em que você está dentro do ônibus é um tempo perdido. Você está indo de um lugar para o outro e é aquilo, um dos motivos de ter criado este blog que você está lendo foi tentar prestar mais atenção nas pessoas e usar o tempo “perdido” em outras coisas.

Por isso, fizemos uma lista com coisas legais que você pode fazer dentro do ônibus, algumas com certeza você já faz:

1 – PENSAR SOBRE A VIDA

Com certeza é a coisa que você mais faz dentro do ônibus. Você fica fazendo planos para a sua vida, somando as contas do mês para ver se vai dar tudo certo ou até pensando naquela pessoa… ounnnnnnn *.*. Na maioria das vezes pensar na vida dentro do ônibus é potencializada porque você está sem fone de ouvido.

2 – ESCUTAR MÚSICA

Bateria do celular carregada e uma playlist agitada parece que a viagem é muito rápida, naquela hora você se desliga completamente do mundo, começa a olhar para o nada e apenas curte o som.

3 – DORMIR

Acho que a melhor, né? Aquela volta pra casa depois de um dia cansativo e uma sonequinha é demais! Fingir que está dormindo porque tem alguma idosa jogando a sacola em cima de você para que ofereça o banco ou também alguma pessoa pedindo ou vendendo coisas dentro do ônibus. Só toma cuidado pra não passar do ponto! 😉

4 – DAR RISADA

Quando muita gente diferente se reúne em algum lugar sempre tem merda acontecendo. Dar risada de alguém falando merda dentro do ônibus ou até alguma bizarrice que aconteça faz bem! Sempre vão existir bêbados que entram no meio da noite e fazem um showzinho para todos ou alguém que está falando alto no celular e que acaba deixando escapar algumas coisas.

5- LER

Sei que para muitos é algo difícil de fazer dentro do ônibus, mas como já disse o tempo dentro do latão é algo praticamente “perdido”, então vamos ler! 😉 Uma revista, um jornal ou um livro, seja pra entreter ou estudar.

6 – WHATSAPP, FACEBOOK, TWITTER

É só você entrar em um busão, que você vai ver um monte de gente olhando pra baixo e vendo as atualizações do Facebook, mensagens no WhatsApp e tweetando alguma coisa.

Polícia Civil faz operação contra responsáveis por tombamento que deixou 19 mortos em Guaratuba

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (25), para cumprir 15 mandados de busca e apreensão contra organização criminosa envolvida no transporte clandestino de passageiros. Os envolvidos estão relacionados ao tombamento de um ônibus de turismo, ocorrido em janeiro na BR-376, em Guaratuba, Litoral do Estado, onde 19 pessoas morreram.

Os mandados estão sendo cumpridos simultaneamente nas cidades de Belém e Ananindeua, no estado do Pará, e em Florianópolis e São José, em Santa Catarina. A ação contou com o apoio das polícias civis dos dois estados.

O laudo pericial, elaborado pela Polícia Científica do Paraná, apontou que o motorista do veículo estava dirigindo em alta velocidade e que o freio estava funcionando parcialmente no momento do acidente. Além disso, a falta de manutenção adequada do veículo foi uma das causas determinantes para o tombamento.

Conforme apurado, as informações constantes na licença de viagem, feita pela empresa responsável pelo transporte e emitida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), não correspondem à realidade. Com base nos fatos, a PCPR constatou que não se tratou de uma viagem sob a modalidade de fretamento turístico ou fretamento eventual, e sim de transporte clandestino de passageiros.

Operação da Polícia Civil nesta terça-feira (Foto: Divulgação)

As empresas são responsáveis por se associar e agir de forma reiterada, prestando serviço clandestino aos passageiros.

CRIME

Na ocasião, o veículo, que transportava 54 pessoas, colidiu em uma mureta de contenção, na BR-376, tombou e caiu na ponte do Rio da Santa. Dezenove passageiros morreram e os outros ficaram feridos.

A viagem estava sendo feita entre os estados do Pará e Santa Catarina. A maioria dos passageiros buscava oportunidades de emprego no Sul do país.

Vídeo:

Nova tecnologia em ônibus da RMC permite controle do número de passageiros em tempo real

Uma nova tecnologia implementada nos ônibus do transporte coletivo permitirá a contagem de passageiros no interior dos veículos em tempo real. A tecnologia começou a ser testada esta semana em veículos do transporte coletivo da Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo o presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Gilson Santos, os dados coletados permitirão uma análise mais rápida da operação e, consequentemente, uma tomada de decisão mais ágil e assertiva.

“Nos horários de pico temos cerca de 650 ônibus circulando, mas não conseguimos manter um fiscal em cada um deles. A nova tecnologia, ainda em fase de teste, poderá nos oferecer as informações necessárias para a tomada de decisão e em tempo real, garantindo mais agilidade e assertividade nos ajustes da operação”, explicou Santos.

Além da contagem de usuários, o sistema oferece informações para gestão de frota dos veículos, manutenção preventiva, dados de eficiência da linha, paradas de embarque e desembarque mais utilizadas, entre outros dados.

Um dos destaques é a gravação das imagens no interior dos veículos, proporcionando mais segurança aos usuários. “Como a implementação da tecnologia é feita por meio de câmeras, todo o interior do ônibus estará sendo filmado, intimidando e até espantando pessoas mal-intencionadas”, disse o presidente da Comec.

DISTANCIAMENTO SOCIAL –Os testes são patrocinados pela Associação Comercial do Paraná (ACP), visando garantir o distanciamento social dentro dos veículos do transporte coletivo. O Decreto Estadual 4.951, de julho de 2020, exige que os ônibus transitem com lotação máxima de 65% da capacidade.

“É uma tentativa de garantir mais segurança aos usuários, evitando o aumento na transmissão do vírus e, consequentemente, a adoção de medidas mais restritivas para o comércio geral, além de uma forma de educar a população”, destacou o presidente da ACP, Camilo Turmina.

Os testes serão realizados em dois veículos (um comum e um articulado) da empresa TC Araucária, concessionária de transporte coletivo na RMC. O sistema foi desenvolvido pela startup Milênio Bus. Além de controlar a lotação nos ônibus, em tempo real, um sinal vermelho será aceso caso o ônibus ultrapasse o limite de passageiros permitidos.