Uns iniciando a vida a dois, outros formalizando uma união de longa data. Cada um com sua história, ao todo, dois mil casais se reuniram para dizer “sim” se casaram na noite desta sexta-feira (23/3) na Arena Baixada. Curitiba, 23/03/2018. Foto: Levy Ferreira/SMCS
in

Inscrições estão abertas para casamento coletivo em Curitiba

Noivos cuja soma das rendas for de até R$ 2.994,00 mensais podem se casar sem gastar dinheiro. Basta que um deles compareça ao Centro de Referência da Assistência Social (Cras) mais próximo de casa e dê entrada nos procedimentos para participar do casamento coletivo que acontecerá em 29 de março, às 12h, na Rua da Cidadania do Carmo.

Nos Cras, eles devem levar documento com foto, certidão de nascimento atualizada, comprovante de renda e de endereço – todos eles de cada um dos noivos. Pelo menos um deles precisa morar em Curitiba.

Uns iniciando a vida a dois, outros formalizando uma união de longa data. Cada um com sua história, ao todo, dois mil casais se reuniram para dizer “sim” se casaram na noite desta sexta-feira (23/3) na Arena Baixada. Curitiba, 23/03/2018.
Foto: Levy Ferreira/SMCS

Os documentos são necessários para que as unidades de atendimento da Fundação de Ação Social (FAS) possam expedir a ficha de encaminhamento para o casamento coletivo, que deverá ser levada ao cartório indicado até 25 de fevereiro.

Se a data não for respeitada, não haverá como participar da próxima solenidade civil de casamento coletivo. O jeito será gastar entre R$ 350,00 e R$ 515,00 – dependendo do regime de casamento escolhido – ou esperar pelo próximo evento.

A única despesa para ter direito à cerimônia coletiva será o custo da certidão de nascimento atualizada dos noivos – R$ 35,00 de cada um.

O prazo para a papelada

Além da ficha preenchida pelas equipes da FAS, os noivos deverão entregar no cartório todos os documentos requisitados pelos Cras mais o CPF de cada um. Para os divorciados, é necessária a certidão de casamento com averbação do divórcio. Essa averbação precisa ter sido expedida há no máximo 90 dias.

Será necessário também indicar duas testemunhas, que não sejam pais dos noivos, com o RG e o CPF de cada uma.

O casamento coletivo se destina a solteiros ou divorciados a partir de 18 anos de idade. Menores devem ter pelo menos 16 anos completos, autorização judicial e, no cartório, estar acompanhados dos pais. Estes, por sua vez, terão que apresentar documentos originais com foto.

Parceria social

O casamento coletivo é uma parceria da Prefeitura de Curitiba, por meio da Fundação de Ação Social (FAS), com o Tribunal de Justiça do Estado, que desenvolve o programa Justiça no Bairro, e o Serviço Social do Comércio (Sesc).

No ano passado, na Arena da Baixada, 1.756 casais participaram da solenidade coletiva. Em 2017, na Rua da Cidadania do Carmo, foram 324 casais.

 

Via: Agência de Notícias da Prefeitura de Curitiba

Cassio Ferreira

Written by Cassio Ferreira

"Quando a intenção é verdadeira, o universo conspira a favor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Universidade Positivo oferece 278 bolsas de estudos a alunos de escola pública

Carnaval de Curitiba tem cosplay, k-pop e muitas outras atrações!