in

Capital oficial dos discos voadores, Curitiba sedia Congresso de Ufologia

Especialista em UFOs do Paraguai estará presente no XXIV Congresso Brasileiro de Ufologia e promete explicar avistamentos

Com mais de oitenta registros de avistamentos de OVNIS, Curitiba é considerada a capital oficial dos discos voadores no Brasil. Isso com base em documentos oficiais da Aeronáutica. O ufólogo Ademar Gevaerd atribui a fama da cidade ao Cindacta, segundo ele, a partir da virada do século um militar que esteve à frente do órgão incentivava que os comandados preenchessem o formulário de Tráfego Hotel (expressão utilizada pelas Forças Armadas para se referir a Objetos Voadores Não Identificados) a cada nova ligação. “Acredito que por ele ser interessado no assunto havia mais registros que em outras cidades do Brasil”, explica o especialista.

Na última semana de janeiro, diversos objetos não identificados foram avistados na Região Metropolitana de Curitiba. Na casa do Big Brother Brasil, os brothers também avistaram um objeto brilhante no céu e até a apresentadora Rafa Brites anunciou um avistamento em seus stories do Instagram. Para entender melhor os mistérios do universo, basta participar do XXIV Congresso Brasileiro de Ufologia que acontece de 15 a 17 de março, no Hotel Nacional Inn Torres, em Curitiba. O evento é uma promoção do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV) e da Revista UFO. Nessa edição o destaque fica por conta da participação da pesquisadora e terapeuta australiana Mary Rodwell e do especialista em informática e ufólogo paraguaio Ronald Maidana.

Ronald Maidana Torres virá de Assunção, Paraguai, para apresentar ocorrências de discos voadores em seu país, que, segundo ele têm atuado no Paraguai desde antes da Guerra da Tríplice Aliança, no final dos anos 1800. “Meu trabalho irá mostrar que o Território Paraguaio é cenário de incessantes manifestações de discos voadores e seus tripulantes, que inclui ocorrências desde tempos medievais até o presente, afetando diretamente a população de diversas localidades”, diz Ronald. Ele acrescente que, nestes casos, a população assimilou os fatos e os incorporou às suas concepções culturais, chegando a tê-los mesclados em muitas formas de arte. Uma percentagem dos avistamentos de UFOs no país tem como testemunhas a elite militar paraguaia, incluindo personalidades do governo, militares e cientistas.

Gevaerd promete que o especialista vai abordar também os últimos avistamentos ocorridos no Brasil e na América Latina, sendo os últimos na região metropolitana de Curitiba e no espaço aéreo do Chile. Maidana é programador de computadores graduado pela Universidade de Integração das Américas, tendo se especializado em sistemas Unix e Linux. É também jornalista e há mais de uma década vem recompilando os mais importantes casos ufológicos de seu país, formando um banco de dados com relatos de importantes testemunhas. Seu trabalho de investigação reergueu a Ufologia Paraguaia. É autor de UFOs no Paraguai: Radiografia de um Fenômeno Desconhecido, livro que também será lançado no evento.

Cassio Ferreira

Written by Cassio Ferreira

"Quando a intenção é verdadeira, o universo conspira a favor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A famosa Lurde se apresenta em Curitiba neste fim de semana

Curitibanês em 31 palavras, aprenda o dialeto de Curitiba